Esportes

Brasil e Argentina confirmam participação

COPA AMÉRICA Após ameaça de boicote, jogadores decidiram participar da competição no Brasil


Fernando Frazão/Agência Brasil
Em meio a impasses na CBF e com o técnico Tite, o Brasil confirmou que jogará a Copa América em casa
Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

Apesar de algumas insatisfações, os jogadores da Seleção decidiram que irão disputar a Copa América, que começa no próximo domingo. O Brasil estreia diante da Venezuela, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

A decisão dos atletas deve ser comunicada juntamente com um manifesto, com críticas à forma como o evento foi organizado, em meio à pandemia de Covid-19. A tendência é que isso aconteça somente depois da partida contra o Paraguai, às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

A seleção brasileira disputará a Copa América com elenco muito parecido com o que está reunido para os jogos das Eliminatórias. Tite ainda pode chamar mais três atletas. A lista será anunciada na quarta-feira.

Desde a última segunda-feira, quando o Brasil foi anunciado como sede do torneio, antes previsto para acontecer na Argentina e na Colômbia, os jogadores da Seleção passaram a discutir um possível boicote.

Após confirmar que disputará normalmente a Copa América, a seleção da Argentina anunciou, neste domingo (6), que não se hospedará no Brasil durante a disputa do torneio. Em comunicado divulgado em suas redes sociais, a Albiceleste relatou que recebeu autorização da Conmebol para trabalhar no CT de Ezeiza, na região metropolitana de Buenos Aires.

Com isso, a equipe comandada por Lionel Scaloni só viajará ao Brasil para os jogos da competição sul-americana, retornando à Argentina na sequência.

"A seleção argentina recebeu autorização para usar como base o CT de Ezeiza durante o torneio. A equipe deverá apenas cumprir a chegada obrigatória à sede brasileira no dia prévio à partida que for disputar", diz a nota da AFA.


Notícias relevantes: