Esportes

Vôlei terá estreia de levantadoras

Macris, 32 anos, e Roberta, 31, integram o time de oito estreantes da seleção de vôlei


Divulgação
Macris recebeu elogios do treinador Zé Roberto pela sua maturidade
Crédito: Divulgação

Macris, 32 anos, e Roberta, 31, integram o time de oito estreantes da seleção de vôlei na Olimpíada de Tóquio. As duas levantadoras se garantiram na lista do técnico José Roberto Guimarães, vencendo a concorrência com a campeã olímpica Dani Lins, cortada.

Das 12 jogadoras convocadas, apenas Fernanda Garay, Natália, Gabi e Tandara já disputaram, ao menos, uma edição olímpica. A renovação das levantadoras confirma um feito raro em se tratando de seleção brasileira. Em apenas três das 11 participações do Brasil no torneio olímpico feminino de vôlei, a equipe contou com duas debutantes no levantamento.

Zé Roberto explicou o que determinou suas escolhas. "Eu sempre disse que seleção é momento de quem tiver melhor , de quem tiver respondendo da melhor maneira - disse o treinador. - Eu sempre digo que tudo o que você faz, os investimentos que você faz, o trabalho dos clubes, os cuidados, jogar bem a Superliga, uma boa preparação física, não se machucar, as suas escolhas são muito importantes para a sua performance não só da seleção", afirmou o treinador.

Apenas na estreia brasileira no torneio feminino de vôlei em Olimpíadas, em Moscou 1980, e no bicampeonato olímpico, em Londres 2012, a seleção contou com duas levantadoras estreantes.

 


Notícias relevantes: