Esportes

Remador holandês é primeiro caso de covid-19 pós-competição


Divulgação
Remador holandês é primeiro caso de covid-19 pós-competição
Crédito: Divulgação

Os organizadores confirmaram no domingo (25) o primeiro caso de covid-19 pós-competição nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. De acordo com informação veiculada pelo Japan Times, o teste positivo foi do remador holandês Finn Florijn, que competiu em bateria no Sea Forest Waterway, baía da capital japonesa, na sexta-feira (23).

O atleta de 21 anos, que estava na Vila Olímpica, ficou fora da repescagem do single skiff no sábado (24) e está isolado. Enquanto isso, os organizadores estão rastreando os contatos próximos de Florijn. Outro membro da equipe de remo holandesa, não atleta, havia testado positivo na quinta-feira (22).

Florijn ainda disse que não ficou satisfeito com sua prova, mas estava otimista para a repescagem. "Agora, acabou tudo em um momento. Realmente não tenho muito mais o que dizer sobre isso."

As competições de remo seguiram normalmente no domingo (25), dia em que os organizadores registraram dez novos casos de covid-19 relacionados aos Jogos, subindo o número de positivos para 132.

Em Tóquio, no mesmo dia, foram 1.763 novos casos - acréscimo de 755 em uma semana . São seis dias consecutivos com esse n'mero acima de mil, com aumento de 36,1% em relação à semana anterior.


Notícias relevantes: