Esportes

Palmeiras atropela o São Paulo e está na semifinal

Libertadores Dudu marca primeiro gol após retornar e Verdão não perdoa noite apagada do tricolor


Divulgação
Dudu e Patrick de Paula comemoram o gol que definiu a vitória e a classificação do Palmeiras na Libertadores
Crédito: Divulgação

O Palmeiras, enfim, consegue eliminar o São Paulo na Taça Libertadores e está mais uma vez na semifinal do torneio. Depois de 'achar' o gol de empate no jogo de ida, o Verdão precisou de apenas 9 minutos para abrir o placar e adminsitrar o jogo até resolver as coisas com mais dois gols no segundo tempo.

O Alviverde fez um de seus melhores jogos na temporada e eliminou o São Paulo em um mata-mata pela primeira vez desde a semifinal do Paulista de 2008. A vitória por 3 a 0 foi incontestável e refletiu uma supremacia alviverde ininterrupta no jogo, algo que não havia sido visto nos outros confrontos entre as duas equipes em 2021.

Raphael Veiga, um dos muitos destaques alviverdes no jogo, abriu o placar aos 10min no 1º tempo. Dudu, que nunca perdeu para o Sâo Paulo no Allianz Parque, fez o segundo, aos 21 do 2º tempo, e Patrick de Paula, que já havia sido o responsável pelo empate no Morumbi, deu números finais à partida aos 32.

Criticado pelo gol de empate do jogo de ida, Tiago Volpi mas uma vez não foi bem, principalmente no gol de Veiga, que bateu 'no canto do goleiro'.

O Palmeiras vai à semifinal da competição pela sexta vez, a segunda seguida, e enfrenta o vencedor do confronto entre Atlético-MG e River Plate (ARG), que se enfrentam na quarta-feira (18). A classificação encerra também um tabu histórico. O São Paulo eliminara o Palmeiras nos três mata-matas anteriores entre os clubes na competição continental (1994, 2005 e 2006).

Após o primeiro gol, o time da casa manteve altas suas linhas de marcação, mesmo com a vantagem no placar. O 1 a 0, afinal, não mudava a tarefa tricolor, que precisava mexer no placar para ter a vaga. O Palmeiras continuou trabalhando para fazer o segundo gol, não se encolheu. Abel Ferreira fez a equipe passar a jogar num 3-5-2, com Wesley como ala pela esquerda e Rocha pela direita. Veiga e Dudu tinham liberdade, mas se mantiveram na direita e esquerda, respectivamente.

O São Paulo teve a chance de empatar no início do segundo tempo após ótimo passe de Rigoni que deixou Pablo na cara de Wéverton. Mas o atacante são paulino, claramento nervoso, encheu o pé e isolou. Minutos depois, o Palmeiras aproveitou e matou o jogo fazendo o segundo e o terceiro.


Notícias relevantes: