Esportes

Contra a China, o futebol de 5 começa a luta pelo penta nas Paralimpíadas


Divulgação
Contra a China, o futebol de 5 começa a luta pelo penta nas Paralimpíadas
Crédito: Divulgação

Existe uma modalidade esportiva mundial em que o Brasil só tem ouro: o futebol de 5 nas Paralimpíadas. Os brasileiros são campeões desde a entrada do fut5 no programa, em Atenas-2004. E a seleção dirigida pelo técnico Fábio Vasconcelos inicia a jornada para tentar o pentacampeonato em Tóquio-2020 neste sábado (28), às 23h30 (de Brasília). A adversária é a China.

Dos dez jogadores convocados, Jefinho (Jefferson Gonçalves) é o destaque para o site oficial dos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020. O tricampeão paralímpico (tem os ouros de Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016) comentou que a seleção chinesa, apesar de mudar muito seus jogadores, mantém um estilo básico que é conhecido dos brasileiros, como registrou a Confederação Brasileira de Desportes de Deficientes Visuais (CBDV).

Em Paralimpíadas, os brasileiros conseguiram resultados apertados contra a China. Na fase de grupos de Pequim-2008, empate por 1 a 1, com final por 2 a 1. Em Londres-2012, o encontro foi na fase de grupos, fechado por 1 a 0. No Rio-2016, as duas seleções jogaram na semifinal e a vitória foi por 2 a 1.

Os ouros vieram de 3 a 2 sobre a Argentina em Atenas-2004, 2 a 1 sobre a China em Pequim-2008, 2 a 0 sobre a França em Londres-2012 e 1 a 0 sobre o Irã na Rio-2016.

Em Tóquio-2020, os próximos jogos serão contra Japão e França. No outro grupo estão Argentina, Espanha, Marrocos e Tailândia. Duas seleções avançam de cada grupo e se cruzam nas semifinais.

O site oficial diz que o futebol de 5 tem crescido muito no mundo e o Brasil pode ser surpreendido. Mas aponta a seleção brasileira entre favoritos, ao lado de Argentina, China e Espanha. Além de Jefinho, destaca o espanhol Gaitán e o francês Villeroux.

Luan, o goleiro única posição da modalidade em que o atleta tem visão total? admitiu que a expectativa pelo penta é bem alta, mas disse que a seleção brasileira é experiente e sabe lidar com pressão. Uma das preocupações do grupo é o horário em que as partidas são realizadas no Japão (às 11h30 no horário local) durante a parte mais quente do dia. Para minimizar essa situação, houve a fase de aclimatação em Hamamatsu.

Silêncio total, até a hora do gol

No futebol de 5, as classes são B1, B2 e B3 (B de blind, cego em inglês), sendo que os B1 são cegos totais ou com percepção de luz, mas que não conseguem reconhecer o formato de mão a qualquer distância; os B2 percebem vultos e os B3 conseguem definir imagens. O goleiro tem visão total mas não pode ter participado em competições da Fifa nos cinco anos anteriores.

Normalmente praticado em quadra de futsal adaptada, nas Paralimpíadas o fut5 também podem ser em grama sintética. Nas laterais, há uma banda para evitar que a bola saia. São dois tempos de 20 minutos com um intervalo de 10.

Todos os jogadores usam vendas nos olhos e no caso de tocá-la cometem falta. Com cinco infrações é expulso, mas pode ser substituído.

A bola tem guizos internos para que os oito jogadores em campo se orientem pelo som e, por isso o local não podem ter eco e a torcida tem de permanecer em silêncio (as manifestações só são permitidas no momento dos gols).

Há um "chamador" (um guia) atrás de cada gol, para orientar o ataque de sua equipe onde os jogadores devem se posicionar e onde devem chutar. Técnico e goleiro também podem auxiliar.

A tabela de Tóquio-2020 (no horário de Brasília)

Dia 28 (sábado)

21h - Japão x França

23h30 - Brasil x China

Dia 29 (domingo)

4h30 - Argentina x Marrocos

7h30 - Espanha x Tailândia

21h - China x França

23h30 - Brasil x Japão

Dia 30 (segunda)

4h30 - Tailândia x Marrocos

7h30 - Espanha x Argentina

21h - Japão x China

23h30 - França x Brasil

Dia 31 (terça)

4h30 - Argentina x Tailândia

7h30 - Marrocos x Espanha

Dia 1/9 (quarta)

21h - Disputa do 7º lugar

23h30 - Disputa do 5º lugar Dia 2 (quinta)

4h30 - Semifinal 1

7h30 - Semifinal 2

Dia 3 (sexta)

23h30 - Disputa pelo bronze Dia 4 (sábado)

5h30 - Disputa pelo ouro


Notícias relevantes: