Esportes

Juventude e São Paulo empatam em jogo truncado e com interferência do VAR

São Paulo permanece na 12ª colocação com 22 pontos, seguido do Juventude


Divulgação
Juventude e São Paulo empatam em jogo truncado e com interferência do VAR
Crédito: Divulgação

Em um jogo truncado no Alfredo Jaconi, hoje (29), Juventude e São Paulo ficaram no empate por 1 a 1. A equipe paulista contou com a eficiência de Reinaldo nas cobranças de pênaltis para abrir o placar, enquanto os gaúchos responderam rapidamente com Ricardo Bueno, nos minutos finais do duelo.

O resultado aconteceu depois de uma polêmica com a arbitragem. Antes da penalidade em Igor Gomes, uma outra infração levou cinco minutos para ser analisada pelo VAR. No lance, Guilherme Castilho bloqueou com o braço o chute de Rodrigo Nestor. O árbitro de vídeo, contudo, viu impedimento de Éder no início do lance.

O resultado muda pouco a vida das duas equipes na tabela do Brasileirão. O São Paulo permanece na 12ª colocação com 22 pontos. Com um a menos está o Juventude, na 13ª posição.

O São Paulo agora terá uma longa pausa até o próximo jogo. Como o duelo contra o América-MG foi adiado e ainda não tem data para acontecer, o próximo compromisso do time paulista será contra o Fluminense, no dia 12 de setembro. Já o Juventude volta a campo no próximo dia 7, quando visita o Corinthians, na Neo Química Arena.

O melhor: Ricardo Bueno

A experiência do atacante de 34 anos fez a diferença no Alfredo Jaconi. Em sua terceira partida com a camisa do Juventude, Ricardo Bueno incomodou a defesa são-paulina e foi o responsável pelo gol de empate do time gaúcho.

O pior: Rodrigo Nestor

Escalado no lugar do suspenso Liziero, o meia teve dificuldades ao lado de Benítez para fazer a ligação da defesa com o ataque são-paulino. Ele acabou substituído no segundo tempo por Igor Gomes, responsável por sofrer o pênalti que gerou o gol paulista.


Notícias relevantes: