Esportes

Flamengo negocia com prefeitura do Rio para levar torcida ao Maracanã contra o Grêmio


Divulgação
Flamengo negocia com prefeitura do Rio para levar torcida ao Maracanã contra o Grêmio
Crédito: Divulgação

Após conseguir levar público para dois jogos no Mané Garrincha, em Brasília (DF), o Flamengo volta seus esforços para contar com o apoio de parte de sua torcida no Maracanã.

O presidente Rodolfo Landim conversa com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, para que o estádio possa receber ao menos uma fatia de sua capacidade no jogo diante do Grêmio, dia 15 de setembro, pela Copa do Brasil. No jogo de ida, goleada carioca por 4 a 0 em Porto Alegre.

A expectativa na Gávea é que Paes publique um decreto até sexta-feira (3), porém o Rubro-negro espera a liberação de um percentual que seja suficiente para cobrir os custos da operação. Caso não consiga ter seu pedido atendido, o Fla não descarta levar a partida diante do Tricolor para uma outra praça.

O clube se vale de uma decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que assegurou às agremiações o direito de mandar jogos em locais que permitam plateia.

O Rio já havia autorizado a retomada da até 10% de público, mas o Flamengo não se viu atendido pela decisão e decidiu encarar o Olimpia (PAR) na capital federal. Os rubro-negros consideraram o evento bem-sucedido e entendem que as medidas sanitárias foram cumpridas à risca.

Diante da explosão da variante Delta, o prefeito recuou na medida e vetou qualquer liberação. Os dados epidemiológicos estão sendo avaliados dia a dia e serão determinantes para a decisão.


Notícias relevantes: