Esportes

Brasil avança após jogo duríssimo contra o Japão

FUTSAL Após sair atrás do marcador, Seleção Brasileira tem jogo tenso na vitória por 4 a 2 pelas oitavas


Divulgação
Leozinho fez um dos quatro gols da vitória do Brasil pra cima do Japão por 4 a 2 pela Copa do Mundo de Futsal
Crédito: Divulgação

Foi dramático, suado e sofrido, numa partida digna de mata-mata de Copa do Mundo. Depois de sair atrás no marcador no duelo contra o Japão pelas oitavas de final, o Brasil conseguiu o empate ainda no primeiro tempo. Veio o segundo tempo, e a seleção foi para a virada, chegando a fazer 3 a 1. Só que o Japão diminuiu, tornando o final de jogo dramático até o gol libertador de Gadeia. O placar de 4 a 2 recoloca o Brasil nas quartas de final do Mundial após nove anos.

O adversário será o Marrocos no domingo na cidade de Vilnius, com transmissão da Globo em TV aberta. Além de Gadeia, marcaram para a seleção brasileira Ferrão, Leozinho e Pito. Hoshi e Nishitani descontaram para os japoneses, que tinham três atletas com nacionalidade brasileira na sua equipe.

O Japão saiu na frente no primeiro tempo após rara falha de Guitta, mas empatou ainda na primeira etapa com o pivô Ferrão. Um minuto depois, Rodrigo teve a chance da virada, mas o goleiro Higor conseguiu evitar o gol com o pé. Aos 10, foi a vez de Dieguinho chutar para mais uma defesa do goleiro brasileiro naturalizado japonês. As equipes foram para o vestiário no intervalo com o 1 a 1 no placar.

Aos nove da segunda etapa, Guitta fez defesa espetacular ao desviar bola chutada por Murota. Dois minutos depois, enfim, o Brasil conseguiu chegar ao segundo gol. Após passe de Pito, Leozinho driblou Higor e tocou quase sem ângulo para marcar 2 a 1.

Apesar da vantagem brasileira, o jogo seguiu dramático pelos minutos seguintes.

A cinco minutos do fim, o Brasil cometeu a sua quinta falta no segundo tempo, estourando o limite para os minutos restantes e para uma eventual prorrogação. Aos 17, Hoshi apareceu livre na área brasileira, mas errou o chute. A chance desperdiçada custou caro ao Japão. No lance seguinte, Pito recebeu lindo lançamento de Marlon, tirou de Higor e empurrou para o gol: 3 a 1.

O Japão não desistiu, e, logo depois da saída, Nishtitani diminuiu para 3 a 2. A pouco mais de um minuto para o fim, os japoneses ainda arriscaram o goleiro-linha, mas o Brasil se segurou atrás, suportando a pressão. Para sacramentar de vez a classificação, Gadeia fechou o placar no último lance do jogo, carimbando o passaporte às quartas de final. Que venha o Marrocos.


Notícias relevantes: