Esportes

Zé Roberto quer estar em Paris


Divulgação
Desde 2003, José Roberto Guimarães disputou cinco Olimpíadas
Crédito: Divulgação

O currículo de José Roberto Guimarães no comando da seleção feminina de vôlei é para poucos. Foram três medalhas olímpicas, além de pódios em Campeonatos Mundiais, Copas do Mundo e Liga das Nações. O treinador, no cargo desde 2003, não esconde a vontade de ficar até as Olimpíadas de Paris 2024, mas sabe das dificuldades de se manter por mais três anos na seleção:

"Eu vivo de resultados, como todos os treinadores do mundo. Até chegar nas Olimpíadas, tem Campeonato Mundial, outras competições, tem muita coisa para acontecer, eu espero que dê certo, que a gente consiga completar o ciclo da melhor maneira possível. Quero construir esse time para Paris. Nós vamos ter um bom time, jogadoras jovens que estão mostrando potencial, mas como todos os treinadores, eu também vivo de resultados. Dependendo de mim, eu fico, mas vamos ver - disse José Roberto Guimarães durante a abertura do CSI- W Indoor 2021, principal torneio de hipismo do Brasil, modalidade na qual o treinador é apaixonado", disse em entrevista.

Desde 2003, José Roberto Guimarães disputou cinco Olimpíadas com a seleção feminina de vôlei, com dois ouros (2008 e 2012), uma prata (2021), um quarto lugar (2004) e um quinto (2016). Em Campeonatos Mundiais são duas medalhas de prata (2006 e 2010) e um bronze (2014), além de duas pratas em Copas do Mundo (2003 e 2007) e nove títulos do Grand Prix.

 (Das agências)


Notícias relevantes: