Esportes

A ascensão da Série B á final da Sula


Divulgação
O Red Bull Bragantino abraçou o projeto da empresa e tem tido sucesso
Crédito: Divulgação

O Red Bull Bragantino escreveu na última quarta-feira (29) mais um capítulo inédito na história do clube. Ao vencer o Libertad por 3 a 1 no Paraguai, o Massa Bruta garantiu uma vaga na final da Copa Sul-Americana. É a primeira vez que o time de Bragança Paulista, no interior de São Paulo, vai a uma decisão internacional.

A chegada à final é mais um dos fatos marcantes do clube recentemente. Há dois anos, o Bragantino estava na disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. De 2019 pra cá, desde que passou a ser gerido pela empresa Red Bull, o Massa Bruta conquistou o título da segunda divisão nacional, voltou à elite do Brasileiro, retornou a uma competição internacional após 25 anos.

A parceria entre Bragantino e Red Bull foi apresentada oficialmente em 23 de abril de 2019. O acerto ocorreu após a disputa do Campeonato Paulista, em que o Massa Bruta correu risco de rebaixamento. A empresa austríaca geria, até então, somente o RB Brasil, que tinha sido o líder da fase de classificação do Paulistão de 2019.

Com a nova gestão do Bragantino, a maioria dos jogadores do RB Brasil foi para o Massa Bruta, além da comissão técnica liderada por Antônio Carlos Zago. Do Bragantino antes da parceria, apenas quatro atletas permaneceram. O técnico Marcelo Veiga também foi dispensado.

O Bragantino passou a ser gerido pelo diretor executivo Thiago Scuro. Na parte técnica, o clube contratou Sandro Orlandelli, que já passou por Manchester United e Arsenal.


Notícias relevantes: