Esportes

Atlético-MG joga para defender embalo e ampliar crise do Flamengo


Divulgação
Atlético-MG joga para defender embalo e ampliar crise do Flamengo
Crédito: Divulgação

Líder do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG chega embalado ao duelo com o Flamengo às 19h deste sábado (30), no Maracanã, em jogo-chave na sua busca pelo título, que poderá, de quebra, ampliar a crise dos rubro-negros ou, pelo contrário, dar novo fôlego a eles.

A equipe de Cuca vem de vitória na rodada anterior, em que pôde contar também com derrota expressiva do Flamengo no clássico com o Fluminense, por 3 a 1, o que permitiu aos mineiros, hoje com 59 pontos, aumentar a vantagem para os cariocas, que estacionou nos 46, mas têm dois jogos a menos.

O Atlético ainda chega ao encontro empolgado com a recente classificação à final da Copa do Brasil, firmada na quarta (27), quando o Flamengo viveu o oposto, sendo eliminado pelo Athletico-PR em casa nas semifinais e tendo que lidar na sequência com o intenso debate sobre demitir ou não Renato Gaúcho, que chegou a entregar o cargo, mas, por ora, está mantido.

O clube alvinegro ainda terá a seu favor a marca simbólica de estar há 750 dias sem perder para o rival, completos na véspera da partida.

Vencedor dos últimos três confrontos entre ambos, o Atlético perdeu pela última vez para o Flamengo em 10 de outubro de 2019, por 3 a 1, quando o treinador rubro-negro ainda era Jorge Jesus, que teve, inclusive, seu nome gritado por flamenguistas na recente eliminação para o Athletico.

Se o recorte for dos últimos dez confrontos entre os dois, os atleticanos ainda seguem em vantagem. No período, foram cinco triunfos, dois empates e outras três derrotas. O Atlético marcou 16 gols nesses encontros e foi vazado em 11 ocasiões pelo Flamengo.

Apesar do bom retrospecto, o técnico Cuca evitou jogar o favoritismo sobre sua equipe. "Não tem vantagem nenhuma. Temos nossa maneira de jogar, nossa confiança e nossa humildade de reconhecer a grandeza do adversário, mas estamos prontos para fazer um grande jogo", disse o treinador, após a classificação diante do Fortaleza, em que conseguiu poupar parte de seus jogadores, já que havia vencido por 4 a 0 na partida de ida.

Renato, por sua vez, como se já não fossem poucos os motivos para estar pessimista, seguirá com problemas para montar sua escalação ideal, uma vez que Arrascaeta e David Luiz estão vetados pelo departamento médico.


Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Horário: 19h (de Brasília) deste sábado (30)

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Transmissão: Premiere


Notícias relevantes: