Esportes

Rugby: seleção feminina é campeã sul-americana e se garante no Mundial


Rugby: seleção feminina é campeã sul-americana e se garante no Mundial
Crédito: Reprodução/Internet

O Brasil está garantido na Copa do Mundo de rugby feminino da Cidade do Cabo (África do Sul), que será disputada entre 9 e 11 de setembro do ano que vem. Neste sábado (13), as Yaras (como a seleção é conhecida) conquistaram pela 19ª vez o Campeonato Sul-Americano da modalidade, na categoria sevens (sete atletas de cada lado), realizado em Montevidéu (Uruguai). Na final, as brasileiras derrotaram a Colômbia por 36 a 5.

Será a quarta participação do Brasil no Mundial de sevens. As presenças anteriores foram nas edições de 2009, em Dubai (Emirados Árabes); de 2013, em Moscou (Rússia); e de 2018, em São Francisco (Estados Unidos). Em todas, as Yaras representaram sozinhas o continente sul-americano. Em 2022, elas terão a companhia das colombianas. Outras cinco seleções estão classificadas: EUA, França, Nova Zelândia (atual campeã) e Austrália, além da anfitriã África do Sul.

A melhor campanha na história das Copas foi o décimo lugar em 2009. Quatro anos depois, a seleção ficou na 13º posição, mesmo desempenho alcançado em 2018. No ano que vem, a equipe nacional tentará chegar, pela primeira vez, às quartas de final.

As brasileiras não tiveram dificuldade para conquistar o Sul-Americana pela 19ª vez em 19 participações. Na primeira fase, derrotaram Costa Rica (59 a 0), Guatemala (55 a 0), Argentina (29 a 12) e Uruguai (28 a 12). Na semifinal, atropelaram o Paraguai por 57 a 0, antes de superarem a Colômbia no jogo decisivo, com destaque a Thalia Costa, responsável por 15 dos 36 pontos das Yaras, graças a três tries (quando a atleta cruza a linha final do campo com a bola e a coloca no chão, vale cinco pontos). Bianca Silva, por sua vez, foi escolhida a craque da competição.

"A partir da semifinal contra o Paraguai, conseguimos colocar tudo que desenvolvemos nos últimos dois anos. Bom lembrar que a equipe não é formada somente por 12 atletas. Temos mais de 20 atletas em São Paulo que treinam forte todos os dias. Fomos dominantes na defesa ao longo do torneio e isto me deixou muito tranquilo", disse o técnico William Broderick, em nota à imprensa da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu).


Notícias relevantes: