Esportes

Abel agiu diferente sobre poupar Palmeiras para última final da Libertadores


Divulgação
Abel Ferreira
Crédito: Divulgação

Com calendário bastante semelhante ao da atual temporada, Abel Ferreira só poupou seus principais jogadores quando faltavam dois jogos e seis dias para a final da Libertadores de 2020. O Palmeiras sagrou-se campeão sobre o Santos já em 30 de janeiro de 2021.

Na atual temporada, faltando dez dias para a partida contra o Flamengo, em Montevidéu, o Palmeiras foi a campo com seus reservas contra o São Paulo na quarta-feira (17), em casa. A derrota por 2 a 0 causou ira em boa parte dos torcedores, que lotaram o Allianz Parque e acusam Abel de não ter entendido a importância do jogo.

Há algumas coincidências entre os tipos de partidas que o time disputou há dez meses, em comparação com os jogos desta temporada.

Na temporada anterior, também houve um clássico no caminho alviverde, só que contra o Corinthians, a 12 dias da decisão. Na ocasião, um Palmeiras completo venceu por 4 a 0, no Allianz Parque, com dois gols de Luiz Adriano e dois de Raphael Veiga.

Apenas Rony e Marcos Rocha foram poupados. Gómez recuperava-se de lesão e também não jogou. A vitória deu total tranquilidade para as partidas subsequentes, algo que vencer o São Paulo pela 33ª rodada do atual Campeonato Brasileiro também teria trazido ao time nesta reta final.

Na rodada seguinte, o Palmeiras enfrentaria o eventual futuro campeão brasileiro de 2020, faltando nove dias para encarar o Santos -assim como agora tem pela frente o líder disparado Atlético-MG.

De novo com os titulares, foi derrotado pelo Flamengo no Maracanã por 2 a 0, com gols de Pepê e de Luan, este segundo contra. Apenas Rony foi poupado, e Gómez seguia se recuperando.
Só faltando seis dias para a final, Abel escalou os reservas, agora reforçados por Gómez, já recuperado. Perdeu do Ceará no Castelão por 2 a 1. Lima e Vinícius fizeram para o time da casa, enquanto Veron marcou para o Palmeiras.

Por fim, a quatro dias da decisão no Maracanã, o Palmeiras recebeu o desesperado Vasco e empatou em 1 a 1, jogando com seus reservas. Benítez, hoje no São Paulo, fez para os cariocas. Breno Lopes, que faria o gol do título em 30 de janeiro, empatou para o clube alviverde.

Abel Ferreira foi bastante enfático quanto à decisão de poupar seus principais jogadores na partida que se tornaria derrota para o São Paulo. Disse ser pago para tomar decisões difíceis e afirmou que tem um plano, que seguirá com seus jogadores aconteça o que acontecer.

OS JOGOS PRÉ-FINAL EM 2020 E 2021

2020 - 1 vitória, 1 empate, duas derrotas

-18/01: 12 dias para a decisão
Palmeiras (titular) 4 x 0 Corinthians – Luiz Adriano e Raphael Veiga, duas vezes cada (PAL)

-21/01: 9 dias para a decisão
Flamengo 2 x 0 Palmeiras (titular) –Pepê (FLA) e Luan, contra.

-24/01: 6 dias para decisão
Ceará 2 x 1 Palmeiras (reserva) –Lima e Vinícius (CEA), Veron (PAL)

-26/01: 4 dias para a decisão
Palmeiras (reserva) 1 x 1 Vasco –Breno Lopes (PAL), Benítez (VAS)

2021 - 2 derrotas

-14/11: 13 dias para a decisão
Fluminense 2 x 1 Palmeiras (titulares), exceto Gómez e Piquerez, com seleções – Dudu (PAL), Yago Felipe, duas vezes (FLU)

-17/11 - 10 dias para a decisão
Palmeiras (reserva) 0 x 2 São Paulo –Sara e Luciano (SÃO)

-20/11 - 7 dias para decisão
Fortaleza x Palmeiras

-23/11 - 4 dias para a decisão
Palmeiras x Atlético-MG


Notícias relevantes: