Esportes

Corinthians renova o contrato de Lucas Piton até dezembro de 2024

O jogador tinha vínculo válido até o fim de 2022 e assinou com o clube por mais dois anos


Divulgação
Corinthians estende tempo de contrato do lateral Lucas Piton
Crédito: Divulgação

O Corinthians estendeu o tempo de contrato do lateral Lucas Piton por mais duas temporadas. O jogador tinha vínculo válido até o fim de 2022 e assinou com o clube do Parque São Jorge por mais dois anos, até o dia 31 de dezembro de 2024. A renovação foi motivada pelo interesse de clubes europeus em cima do garoto, de 21 anos, uma das revelações do Alvinegro.

Embora seja reserva de Fábio Santos na lateral-esquerda, Piton é um dos maiores ativos do Corinthians e a diretoria tenta se proteger do interesse estrangeiro. Recentemente, o jogador deu entrada em seu passaporte italiano - documento que permite trabalhar na Europa sem a necessidade de um visto, o que atrai os clubes do Velho Continente.

Na última janela de transferências, o lateral recebeu sondagens de clubes italianos, mas não chegou a receber uma proposta e permaneceu no CT Joaquim Grava. Ao fim desta temporada, o Corinthians espera novas investidas em cima do jogador e, por isso, optou em adiantar as negociações, aumentando o tempo de contrato em mais dois anos.

"É um sentimento de felicidade muito grande, muito feliz. Agradecer a Deus, o clube por acreditar no meu trabalho e proporcionar esse momento de alegria. Também quero dizer para a torcida que serão mais três anos de muita vontade, raça e entrega", festejou o jogador.

A renovação com Lucas Piton acontece semanas após a assinatura de Gabriel Pereira. O meia-atacante chegou a ficar livre para assinar um pré-contrato, recebeu sondagens de Portugal e Espanha, e quase deixou o Corinthians de graça.

A diretoria do Corinthians estipulou uma multa contratual de 50 milhões de euros (R$ 317,8 milhões na cotação atual) para Lucas Piton em caso de transferência para algum clube estrangeiro. A renovação do vínculo do lateral foi antecipada pelo Alvinegro justamente para se proteger da especulação europeia em cima do jovem jogador, de apenas 21 anos.

Desde a sua estreia no time de cima, o dono da camisa 6 do Corinthians disputou 54 partidas e anotou um gol, marcado contra o Santos, na Vila Belmiro. O jogador tem sido preparado pela comissão técnica para ser o substituto de Fábio Santos na lateral-esquerda ao longo dos próximos anos.


Notícias relevantes: