Esportes

Com um a menos, Grêmio arranca empate com reservas do Flamengo


Alexandre Vidal
Com um a menos, Grêmio arranca empate com reservas do Flamengo
Crédito: Alexandre Vidal

Cerca de cinco meses depois, Grêmio e Flamengo enfim se enfrentaram pela distante segunda rodada do Campeonato Brasileiro. A partida desta quarta-feira (23), na Arena Tricolor, em Porto Alegre, terminou empatado em 2 a 2, resultado que não agradou a ninguém.

A equipe gaúcha segue na 18ª posição, com 36 pontos, quatro a menos que o Juventude, primeiro clube fora do Z4. O Rubro-Negro, vice-líder com 67 pontos, tem remota possibilidade de título, restando quatro jogos para o fim do campeonato. O Atlético-MG, primeiro colocado, iniciou a rodada com 74 pontos.

Preocupado com a decisão da Libertadores diante do Palmeiras, neste sábado (27), às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai), o técnico Renato Gaúcho poupou a maioria dos habituais titulares do Flamengo até do banco de reservas. A exceção foi o meia Giorgian De Arrascaeta, recuperado da lesão que o tirou dos gramados por um mês e meio, para dar ritmo ao uruguaio. No Grêmio, o principal desfalque foi o zagueiro Walter Kannemann, com dores no quadril - Ruan foi o substituto.

Como esperado, o Tricolor tomou a iniciativa e quase abriu o placar aos 15 minutos, em cabeçada do atacante Jhonata Robert que venceu o goleiro Hugo e foi salva em cima da linha pelo zagueiro Gustavo Henrique. Aos 43, o arqueiro rubro-negro fez grande defesa em uma bomba de Diego Souza, da entrada da área. No rebote, o também atacante Ferreira perdeu o domínio da bola.

Os gaúchos mantiveram a postura ofensiva na volta do intervalo. A um minuto, Diego Souza arrematou rente à trave direita, com perigo. O Flamengo, porém, foi quem abriu o placar. Aos 12, na primeira jogada depois de entrar em campo, Arrascaeta lançou Rodinei pela direita. O lateral cruzou e o atacante Vitinho, livre, mandou para as redes. Para complicar a missão tricolor, Jhonata Robert, que já tinha amarelo, foi expulso após disputa com o autor do gol flamenguista.

A sequência inglória desestruturou o Grêmio, que passou a atacar de forma descoordenada e dar espaços ao Flamengo, que só não ampliou aos 21 porque o goleiro Gabriel fez boa defesa em chute do atacante Kenedy, da esquerda. Sete minutos depois, não teve jeito: Kenedy levou a melhor na disputa com a zaga gremista e deixou Vitinho na boa para aumentar a vantagem carioca.

Apesar dos percalços, o Grêmio conseguiu responder. Aos 30, Ferreira cruzou rasteiro pela esquerda e o atacante Miguel Borja mandou para as redes. Aos 36, o colombiano retribuiu a gentileza e fez o pivô para Ferreira enfrentar a marcação e bater no canto de Hugo, empatando o jogo. O Tricolor pressionou atrás da virada, mas o placar não se alterou mais.

O Flamengo volta a se preocupar com o Brasileiro na terça-feira (30), quando enfrenta o Ceará às 20h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Antes, na sexta-feira (26), o Grêmio encara o Bahia às 19h, na Arena Fonte Nova, em Salvador, em confronto direto contra o rebaixamento. Os duelos valem pela 36ª rodada da competição.


Notícias relevantes: