Esportes

Corinthians fica próximo de bater meta orçamentária com premiações em 2021


Divulgação
Corinthians fica próximo de bater meta orçamentária com premiações em 2021
Crédito: Divulgação

Garantido na disputa da Copa Libertadores de 2022, o Corinthians está muito próximo de alcançar outra meta importante nesta temporada: a do dinheiro recebido com premiações.

No ano passado, o clube projetou faturar aproximadamente R$ 38 milhões e, mesmo com as quedas precoces na Copa do Brasil e Copa Sul-Americana no primeiro semestre, deve concluir o objetivo caso encerre o Campeonato Brasileiro no G-4.

Nesta temporada, o Corinthians embolsou US$ 1,02 milhão (R$ 5,72 milhões) pagos pela Conmebol pelo segundo lugar na fase de grupos da Sul-Americana. Da CBF, o time alvinegro recebeu R$ 4,2 milhões por ter disputado a primeira, segunda e terceira fases da Copa do Brasil.

No planejamento orçamentário da diretoria, desenhado ainda na gestão do hoje ex-presidente Andrés Sanchez, o Corinthians esperava disputar pelo menos a fase oitavas de final de cada uma das competições, o que acabou não acontecendo. Mesmo com os tropeços, o clube deve "tapar o buraco" com a performance na Série A.

Se o time do técnico Sylvinho mantiver a quarta colocação na tabela nas duas rodadas que faltam para o fim do Campeonato Brasileiro, o Corinthians receberá um cheque de R$ 28 milhões como premiação. É exatamente o valor que falta para o clube bater a marca estipulada em 2020.

Além dos valores que serão recebidos ainda neste ano, o clube alvinegro já garante uma bolada em 2022. Isso porque o quarto lugar no Brasileiro coloca o Corinthians na fase de grupos da Libertadores.

Apenas pela participação nesta etapa do torneio, a Conmebol paga US$ 3 milhões (R$ 16,75 milhões) para cada um dos clubes participantes. O Corinthians também assegura a vaga na terceira fase da Copa do Brasil e um faturamento de R$ 1,7 milhão.

Por isso, em sua mais recente coletiva de imprensa, o técnico Sylvinho falou repetidas vezes sobre manter o foco nas duas rodadas finais do Brasileiro, contra o Grêmio, na Neo Química Arena, e diante do Juventude, no Alfredo Jaconi. O clube vive grave crise financeira e conta com o dinheiro para manter as contas em dia e montar o planejamento para a próxima temporada.


Notícias relevantes: