Esportes

Atlético-MG bate novo recorde e dispara em ranking de lucro com ingressos


Divulgação
Atlético-MG bate novo recorde e dispara em ranking de lucro com ingressos
Crédito: Divulgação

O Atlético-MG conseguiu bater um novo recorde no Brasileirão. Na partida contra o Fluminense, no último fim de semana, o time conseguiu um lucro de R$ 5.833.202,17 com venda de ingressos, o que significa o maior de toda a edição de 2021.

No total, foram 59.896 bilhetes vendidos para uma renda bruta de R$ 7.145.226,00. Esse dinheiro todo, no entanto, não vai para os cofres do clube mineiro, uma vez que os custos para a realização da partida no Mineirão foram de R$ 1.312.023,83, entre impostos, gastos com antidoping, arbitragem e segurança, além de despesas operacionais.

Com a nova marca, o Atlético-MG abre uma vantagem inalcançável para os demais times do torneio. O Corinthians, que é o vice-líder neste quesito, tem pouco mais de R$ 6 milhões de lucro (veja ranking abaixo).

O levantamento considera os jogos até a rodada 36, lembrando que alguns times ainda têm jogos atrasados por conta de alterações da tabela do Brasileirão. O estudo não coloca o Sport, já que a equipe de Recife não presta as contas completas nos documentos enviados pela federação local à CBF.

A explicação para o péssimo desempenho de Flamengo e Fluminense está no alto custo de operação do Maracanã. Por conta disso, a equipe rubro-negra tem uma boa média de público, mas segue devendo. Os dois ainda devem a prestação de contas de três partidas e esse buraco pode aumentar.

O Grêmio, por sua vez, chegou a atingir um lucro de mais de R$ 500 mil em um só jogo após a reabertura dos portões, mas o vandalismo de sua torcida fez o time ficar algumas partidas sem poder receber o público, o que também prejudica o desempenho.

CONFIRA O RANKING COMPLETO:

-Atlético-MG: R$ 14.233.064,10
-Corinthians: R$ 6.362.321,70
-São Paulo: R$ 4.026.832,30
-Palmeiras: R$ 3.142.623,49
-Internacional: R$ 2.833.018,07
-Grêmio: R$ 405.314,82
-Cuiabá: R$ 3.656,31
-Athletico: -R$ 28.648,95
-Fortaleza: -R$ 86.322,38
-Bahia: -R$ 287.935,22
-Ceará: -R$ 335.007,47
-Atlético-GO: -R$ 340.416,07
-Chapecoense: -R$ 496.671,73
-Juventude: -R$ 570.031,00
-Santos: -R$ 766.080,64
-Red Bull: -R$ 829.264,05
-América-MG: -R$ 963.384,61
-Flamengo: -R$ 1.194.395,95
-Fluminense: -R$ 3.848.119,91


Notícias relevantes: