Esportes

SP vence e torcida comemora Série A/2022

FIM DO SUFOCO Torcida tricolor fez grande festa no Morumbi, após a vitória sobre o Juventude por 3 a 1


DIVULGAÇÃO
Torcida fez festa no Morumbi, principalmente depois que Luciano marcou o terceiro gol diante do Juventude
Crédito: DIVULGAÇÃO

O São Paulo bateu o Juventude na noite desta segunda-feira, no Morumbi (3 a 1, dois gols de Luciano e outro de Calleri; Sorriso descontou), chegou aos 48 pontos e deixou para trás qualquer preocupação com possibilidade de rebaixamento.

Com o resultado, o Tricolor paulista ocupa a 11ª colocação, longe do próprio Juventude (43 pontos), Grêmio (40), Sport Recife (34) e Chapecoense (15) - os dois últimos, já rebaixados à Série B.

A partida transcorreu sem grandes perigos para o São Paulo - que se lançou ao ataque desde o apito inicial, também empurrado por sua torcida. A missão tricolor ficou mais fácil porque o time abriu o placar logo aos 5 minutos de partida, depois que Igor Vinícius fez bonita jogada, Rigoni cruzou para a área e Luciano, como só ele sabe, apareceu com rapidez entre os zagueiros e cabeceou para o gol.

O São Paulo continuou mandando no jogo, mas só criou outra chance clara aos 28 minutos, quando Rigoni cobrou falta e o goleiro Douglas fez defesa difícil.

O segundo gol veio aos 43. Após cruzamento de Reinaldo, Douglas saiu mal do gol, espalmou para a frente, e Calleri, de cabeça, ampliou.

Mas o Juventude veio decidido a correr riscos na etapa final, empurrou o São Paulo para a sua defesa, se expondo aos contragolpes. Após troca de passes pela direita do ataque, Michel Macedo cruzou e Sorriso diminuiu para os gaúchos. Eram 17 minutos do segundo tempo.

Sorte, para os são-paulinos, que Luciano é um atacante confiável. Cinco minutos após o susto do Juventude, Miranda lançou o camisa 11 para marcar 3 a 1 - e fazer o Juventude desistir da busca pelo empate.

Parte da torcida, no entanto, ao contrário de sair satisfeita, gritou "time sem vergonha" ao final do jogo.


Notícias relevantes: