Esportes

Rebeca Andrade e Isaquias Queiroz conquistam Prêmio Brasil Olímpico


JONNE RORIZ
Rebeca Andrade e Isaquias Queiroz conquistam Prêmio Brasil Olímpico
Crédito: JONNE RORIZ

Após um ano de 2021 repleto de conquistas (com os ouros olímpico e mundial) Rebeca Andrade foi escolhida nesta terça-feira (7) como a Melhor Atleta do Ano do Prêmio Brasil Olímpico entre as mulheres, superando outras duas medalhistas nos Jogos de Tóquio: Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Rayssa Leal (skate).

Entre os homens a conquista ficou com Isaquias Queiroz (canoagem), que bateu o primeiro medalhista de ouro olímpico do surfe Ítalo Ferreira e Hebert Conceição (boxe). Com a vitória alcançada no palco do Teatro Tobias Barreto, em Aracaju, o baiano se tornou o maior vencedor da história do prêmio, com quatro conquistas.

Prêmio da Galera

Quem também brilhou foi a jogadora de vôlei Fernanda Garay, que foi escolhida como Atleta da Torcida. A atleta, que teve atuação de destaque na conquista da prata pelo Brasil nos Jogos de Tóquio, venceu uma eleição entre 20 concorrentes que contou com mais de 400 mil votos.

Troféu Adhemar Ferreira

Outra homenageada da noite foi a ex-jogadora de basquete Janeth Arcain, que recebeu o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, concedido às personalidades esportivas detentoras de valores que marcaram a vida e a carreira do saltador (ética, espírito coletivo, eficiência técnica e física, respeito ao próximo e companheirismo).

Técnicos

Além dos atletas foram premiados os técnicos. O COB escolheu os seis treinadores campeões na Olimpíada do Japão: Fernando Possenti (maratonas aquáticas), Francisco Porath (ginástica artística), Javier Torres (vela), Lauro Souza (canoagem velocidade) e Mateus Alves (boxe) nas modalidades individuais e André Jardine (técnico da seleção brasileira de futebol) nas coletivas.

Hall da Fama

Um pouco antes do início da da premiação foi realizada a cerimônia de entrada no Hall da Fama de quatro nomes: Magic Paula, campeã mundial de basquete em 1994 e prata nos Jogos Olímpicos Atlanta 1996, Sebastián Cuattrin, 11 medalhas em Jogos Pan-americanos na canoagem velocidade, Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico no salto triplo, e Tetsuo Okamoto, primeiro medalhista olímpico da natação brasileira.

Vencedores por modalidade

A noite também foi de homenagear os destaques por modalidade, que são os seguintes:

Atletismo - Alison dos Santos
Badminton - Ygor Coelho  
Basquete 3x3 - Fabrício Veríssimo
Basquete 5 x 5 - Clarissa dos Santos
Beisebol - Thyago Vieira
Boxe - Hebert Conceição
Canoagem Slalom - Ana Sátila
Canoagem Velocidade - Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX Freestyle - Eduarda Bordignon
Ciclismo BMX Racing - Renato Rezende
Ciclismo Estrada – Vinícius Rangel
Ciclismo Mountain Bike - Henrique Avancini
Ciclismo Pista - Wellyda Rodrigues
Desportos na Neve - Michel Macedo
Desportos no Gelo - Nicole Silveira
Escalada Esportiva - Felipe Ho Foganholo
Esgrima - Nathalie Moellhausen
Futebol - Richarlison
Ginástica Artística - Rebeca Andrade
Ginástica de Trampolim - Camilla Gomes
Ginástica Rítmica - Duda Arakaki
Golfe - Alexandre Rocha
Handebol - Bruna de Paula
Hipismo Adestramento - João Victor Oliva
Hipismo CCE - Carlos Parro
Hipismo Saltos - Marlon Zanotelli
Hóquei sobre Grama e Indor - Vinicius Vaz
Judô - Mayra Aguiar
Karatê – Vinícius Figueira
Levantamento de Pesos - Jaqueline Ferreira
Maratona Aquática - Ana Marcela Cunha
Nado Artístico - Laura Miccuci e Luisa Borges
Natação - Bruno Fratus
Pentatlo Moderno - Danilo Fagundes
Polo Aquático - Ana Beatriz Mantellato
Remo - Lucas Verthein
Rugby - Isadora Cerullo
Saltos Ornamentais - Kawan Pereira
Skate - Rayssa Leal
Softbol - Mariana Pereira
Surfe - Italo Ferreira
Taekwondo - Milena Titoneli
Tênis - Luisa Stefani e Laura Pigossi
Tênis de Mesa - Hugo Calderano
Tiro com Arco - Marcus D’Almeida
Tiro Esportivo - Felipe Wu
Triathlon – Vittoria Lopes
Vela - Martine Grael e Kahena Kunze
Vôlei – Fernanda Garay
Vôlei de Praia - Duda Lisboa
Wrestling - Laís Nunes


Notícias relevantes: