Esportes

Barca de dispensas tricolor chega a 9


DIVULGAÇÃO
Expectativa é que Vitor Bueno também seja negociado pelo São Paulo
Crédito: DIVULGAÇÃO

O São Paulo trabalha em duas frentes visando um 2022 melhor do que a temporada atual, em que passou o susto contra o rebaixamento. Por um lado, a diretoria está enxugando o grupo - e nove jogadores deixaram o Morumbi até esta segunda-feira (27) - com destaque para as saídas do meia Martín Benítez, do lateral Orejuela e do zagueiro Bruno Alves.

A estratégia de abrir espaço na folha salarial para conseguir reforços foi explicitada por Carlos Belmonte, diretor de futebol, em entrevista recente ao "Bandsports". Ele afirma ter começado o ano com uma folha salarial de R$ 8,9 milhões e ter reduzido para R$ 7 milhões, contando apenas o que é gasto de salário com os jogadores.

Os outros seis jogadores que deixaram o São Paulo foram João Rojas (rescindiu em novembro), Rodrigo Freitas (contrato não será renovado), Lucas Perri (emprestado ao Náutico), William (contrato não será renovado), Shaylon (rescindiu no início de dezembro) e Dênis Junior (rescindiu na última semana).

Éder, Pablo e Vitor Bueno também não devem permanecer para 2022. Por outro lado, o São Paulo tem interesse na contratação do meia Fernando Sobral (do Ceará). Uma troca não está descartada entre as duas diretorias - que devem voltar a conversar ao longo dos próximos dias.


Notícias relevantes: