Esportes

Santos tem dificuldade, mas prevê reforços antes da reapresentação em 2022


Divulgação
Fabio Carille conquista vitória importante para sequência do trabalho
Crédito: Divulgação

O Santos tem dificuldade no mercado da bola, mas prevê a chegada de reforços antes da reapresentação do elenco. A data marcada é 10 de janeiro, e a expectativa é a de que o meia Nathan, do Atlético-MG, seja uma dessas novidades.

O Peixe só acertou com dois jogadores até agora: Eduardo Bauermann (América-MG) e Bruno Oliveira (Caldense). O zagueiro chega em definitivo para um contrato de três anos. O meia foi emprestado pela Caldense até dezembro de 2022.

O Santos priorizou as saídas antes de intensificar negociações por reforços. O clube alvinegro conseguiu uma economia de mais de R$ 1 milhão na folha salarial com acordos recentes.

O Santos vendeu Jean Mota para o Inter Miami (EUA), rescindiu com Jandrei (foi para o São Paulo), Pará (acertou com o Cruzeiro) e Diego Tardelli, emprestou Raniel (Vasco) e Wagner Leonardo (Fortaleza), devolveu Danilo Boza (Mirassol) e está perto de fechar Lucas Venuto no Guarani.

O Peixe agora pretende reverter esse valor em contratações. É assim, por exemplo, com Nathan. O meia do Atlético-MG é o principal alvo para reforçar o meio-campo.

O Santos ofereceu o pagamento de metade do salário (cerca de R$ 200 mil) durante o empréstimo. Diante da negativa do Galo e da concorrência de América-MG, Fortaleza, Fluminense e Internacional, o Peixe preparou uma proposta para arcar com os vencimentos integrais e se aproximou do acordo.

O Santos procura atletas livres ou por empréstimo. O Peixe não deve comprar direitos econômicos nesta janela. O executivo de futebol Edu Dracena lidera as negociações e mantém contato frequente com o técnico Fábio Carille.

O Santos quer um zagueiro, um lateral-direito, um lateral-esquerdo, um volante, um meia e pelo menos um atacante.


Notícias relevantes: