Esportes

Paulista demite o técnico Baiano


 COLABORAÇÃO: GUSTAVO AMORIM
O técnico Baiano estava no Galo desde abril do ano passado
Crédito: COLABORAÇÃO: GUSTAVO AMORIM

O Paulista anunciou, na tarde desta quarta-feira (12), a demissão do técnico Baiano. O anúncio foi feito pelas redes sociais do Galo. "A Diretoria agradece pelo período de trabalho do treinador e deseja sucesso na sequência da carreira", dizia o comunicado.

Dermival de Almeida Lima, o Baiano, estava à frente do Paulista desde abril do ano passado. Quando chegou, apresentado pelo presidente Rodrigo Alves e pelo gerente de Futebol Julinho, falou sobre a expectativa - e a missão que estava recebendo - que era, segundo Rodrigo, a de "comandar a reconstrução das categorias de base do Paulista".

"Vamos trabalhar para que a base do Paulista volte a ser forte, em médio e longo prazo", disse Baiano, naquela ocasião. Alguns meses depois (em agosto), com a demissão de Ricardo Chuva, Baiano aceitou outro desafio: o de dirigir o time sub-23 que disputaria Campeonato Estadual da B-1.

Todo o projeto ruiu antes de um ano. Depois do insucesso na Copa SP - em que manteve o filho como titular e, no jogo decisivo contra o Ceará, deixou de fazer duas substituições a que ainda tinha direito, enfurecendo a torcida presente ao Jayme Cintra - Baiano foi demitido. Segundo o repórter da Rádio Difusora Luiz Antônio de Oliveira, o Cobrinha, Dema (para o sub-20) e Sérgio Caetano (para o principal) são nomes que circulam pelos corredores do Jayme Cintra.>


Notícias relevantes: