Esportes

Handebol feminino é ouro; futsal, xadrez e ginástica são prata

PRESIDENTE PRUDENTE Handebol foi campeão; demais modalidades comemoram resultados positivos em competição de alto nível


Divulgação
O handebol feminino se consagrou campeão dos Jogos da Juventude
Crédito: Divulgação

A 37ª edição dos Jogos Abertos da Juventude terminou no sábado (23), em Presidente Prudente, e Jundiaí voltou para casa com ótimos resultados nas modalidades coletivas e individuais.

A equipe do handebol feminino, sob o comando da treinadora Edlady Tomaz de Oliveira, bateu Presidente Prudente por 24 a 22 na final e conquistou a medalha de ouro de maneira invicta.

Na trajetória, a equipe iniciou a campanha pelo Grupo C vencendo Sorocaba por 30 a 9 e Presidente Prudente por 23 a 15. Na segunda fase, pelo Grupo E, bateu Ribeirão Preto por 20 a 18 e São Caetano do Sul por 19 a 17. Na semifinal, derrotou Guarujá por 27 a 22.

"Os Jogos Abertos da Juventude eram nossa principal competição do semestre, por ser de 'tiro curto', diferente do estadual. Tínhamos uma expectativa muito boa, mas com uma certa cautela de como conduzir e trabalhar em etapas. O nosso retorno no final do passado, com a Copinha, foi fundamental para essa conquista, justamente pelo formato e pela experiência adquirida", pontua Edlady.

A treinadora também afirma que o confronto mais difícil do torneio foi contra São Caetano (19 a 17). "Sem querer desmerecer as equipes, mas aquela vitória foi determinante para nosso grupo, pois fez com que as meninas se valorizassem como atletas e como um time. Agora, a equipe saí dessa competição mais madura e fortalecida, depois de passar nove dias juntas e se conhecendo melhor. Fora isso, o contato com outras modalidades, em que um torcia pelo outro, acabou criando uma identidade, um sentimento de pertencimento, mostrando o que é o Time Jundiaí", ressalta.

FUTSAL

O futsal masculino chegou à final do campeonato, mas perdeu para São José dos Campos por 5 a 1, ficando com a medalha de prata.

A equipe comandada pelo treinador Eduardo Henrique Mendes iniciou a jornada no Grupo C perdendo para Diadema por 9 a 3, depois bateu Santo Anastácio por 7 a 0 e empatou com Araçatuba por 3 a 3. Na segunda fase, pelo Grupo E, empatou com São José dos Campos por 0 a 0, depois venceu Botucatu e Ipuã por 3 a 2. Na semifinal, empatou com Diadema por 2 a 2 e, nos pênaltis (3 a 1), garantiu a vaga na final.

"A primeira questão a ser destacada é o retorno do futsal depois de dois anos, com a formação de um grupo novo. Dos 14 meninos que foram, 11 nunca haviam participado de um torneio desse formato. O nível da competição também é um fator a ser destacado. Na minha avaliação, talvez tenha sido o maior nível técnico dos últimos anos. Da nossa parte, de maneira geral, foi uma campanha de superação e muito satisfatória, acima das expectativas. Também ressalto toda a entrega e dedicação nos meninos", comenta Mendes.

GINÁSTICA ARTÍSTICA

As equipes feminina e masculina da ginástica artística encerraram suas participações sendo vice-campeãs por equipes, de 12 cidades ao todo, em cada categoria.

Sob o comando da treinadora Cristiana Miyamoto Fernandes e do auxiliar técnico Marco Antônio Fernandes, o 'Pirica', a equipe feminina também conquistou três medalhas nas provas individuais: Ana Lívia (bronze na trave); Tarcila Rodrigues (prata na trave); e Lívia Amores (prata no solo).

"Para nós foi um resultado muito positivo e gratificante, pois estávamos há mais de dois anos fora de uma competição desse nível. Foi um ano de vários desafios e de reconstrução. Não sabíamos como estavam as outras equipes e, portanto, não tínhamos grandes expectativas. Nossas atletas demonstraram muita superação, com um forte trabalho de equipe, em que uma ajudava a outra, e chegaram a competir em um nível superior aos treinos", comenta Cristiana.

Já a equipe masculina, sob orientação do professor Thiago Gaudensi Costa e do auxiliar técnico Roney do Nascimento, conquistou uma medalha individual com Luan Sugano, que foi bronze nas argolas.

"Nossa participação foi muito boa, tinham equipes fortes competindo e as disputas foram bem acirradas. Mesmo sendo a categoria livre, participamos com alguns atletas mais novos (infantis e juvenis). Os resultados individuais foram bem significativos para a gente", afirma Costa.

XADREZ

A equipe de xadrez masculino conquistou a medalha de prata, com apenas uma derrota na competição. Com 12 times ao todo, o formato foi no 'sistema suíço' e assim, Jundiaí estreou batendo Irapuru por 4 a 0, venceu Franca por 3,5 a 0,5, empatou com Santos por 2 a 2, venceu Assis por 3 a 1 e, na disputada do primeiro lugar, perdeu para Cajamar por 4 a 0.

ATLETISMO

A equipe de atletismo encerrou sua participação nos Jogos Abertos da Juventude com quatro medalhas de bronze: Thiago Vitor Araújo conquistou a medalha nos 800m rasos e nos 400m com barreira; Carlos Henrique Soares nos 200m rasos; e Valéria Bogotá nos 400m com barreira.

FUTEBOL 

O futebol feminino, em meio a uma retomada de trabalhos com o professor Reinaldo Passos, acabou sendo eliminado na primeira fase. A equipe perdeu para Sorocaba por 5 a 0; para Praia Grande por 8 a 0; e para Ilha Solteira por 8 a 2.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: