Esportes

Palmeiras encerra turno com vantagem e reclamações

LÍDER Apesar de 'campeão' do 1º turno, o clube tem reclamado bastante de erros de arbitragem


Divulgação/Palmeiras
Abel aponta desgastes físicos por conta da sequência de jogos e ressalta uso de jogadores da base
Crédito: Divulgação/Palmeiras

Ao bater o Internacional por 2 a 1, no domingo (24), no Allianz Parque, o Palmeiras encerrou o 1º turno do Campeonato Brasileiro na liderança, somando 39 pontos.

Como o time não conseguiu se recuperar totalmente pelo desgaste dos jogos, Abel Ferreira afirmou que a ideia era começar forte e definir o confronto no primeiro tempo, pois nos últimos 20 minutos teria problemas por cansaço.

O cenário do jogo foi de fato este, mas o Verdão não conseguiu transformar o amplo domínio da etapa inicial em um placar mais largo e precisou da força dos mais de 38 mil torcedores para confirmar a vitória se manter com folga na liderança do Brasileirão.

CRIAS DA BASE

Na semana em que negociou Gabriel Veron, um dos nomes mais promissores de sua base, o Palmeiras viu outros garotos brilharem neste domingo.

O gol da vitória saiu de uma jogada com 100% de atletas da base: Danilo e Wesley tocaram antes de Vanderlan dar a assistência para Gabriel Menino marcar.

O lateral-esquerdo, de 19 anos de idade, aproveitou-se dos problemas físicos de Piquerez e Jorge para se destacar nos últimos dois jogos como titular. Eleito o Craque do Jogo na vitória contra o Inter, ele ganhou a vaga de reserva imediato na posição, atrás do uruguaio.

Já Menino vive uma temporada de recuperação após perder terreno e ficar até fora da lista de inscritos do Mundial de Clubes. Hoje reserva imediato de Danilo e Zé Rafael, o camisa 25 recebeu uma demonstração de apoio do treinador. Enquanto muitos torcedores falam da necessidade de contratar mais um volante, o técnico disse que não pediu reforço para o setor, mesmo com a lesão de Jailson, por confiar em Menino.

ARBITRAGEM

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, estará hoje (26) na sede da CBF para uma reunião de dirigentes dos 40 clubes das séries A e B do Brasileiro com a Comissão de Arbitragem.

Além desta reunião, convocada pela CBF para tratar de melhorias na arbitragem, a mandatária do Verdão planeja ter outra conversa ainda hoje com Ednaldo Rodrigues, presidente da confederação.

A dirigente já planejava esta reunião para reclamar do erro no procedimento do VAR na eliminação da Copa do Brasil para o São Paulo.


Notícias relevantes: