Esportes

Latifi surpreende Leclerc e faz o melhor tempo no TL3 do GP da Hungria


DIVULGAÇÃO
Nicholas Latifi foi o mais rápido da terceira sessão de treinos
Crédito: DIVULGAÇÃO

Nicholas Latifi foi o mais rápido da terceira sessão de treinos livres do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, neste sábado (30). Nos segundos finais do TL3, o piloto da Williams bateu Charles Leclerc ao completar o circuito em 1min41s480 e ficou com a primeira posição.

Charles Leclerc fez a volta mais rápida logo no início e estava liderando a última sessão de treinos livres até os segundos finais, quando conseguiu melhorar ainda mais o seu tempo. Apesar disso, Nicholas Latifi surpreendeu o monegasco e voou na pista.

Os pilotos voltam ainda neste sábado ao Circuito de Hungaroring, às 11h, (de Brasília), para o treino classificatório. O GP da Hungria é a 13ª etapa da F1 em 2022. É a última corrida antes da tradicional pausa de verão. A segunda parte da temporada retorna em 28 de agosto, com o GP da Bélgica.

Com 233 pontos, Verstappen lidera a temporada de 2022 da categoria. O holandês é seguido na tabela por Leclerc, que estacionou nos 170 pontos e viu o holandês da Red Bull abrir 63 pontos de diferença. Sergio Pérez, da Red Bull, é o terceiro, com 163.
TL3

A terceira sessão de treinos livres começou com um temporal forte no circuito Hungaroring. Os pilotos demoraram para ir à pista. O primeiro a se aventurar foi Charles Leclerc, com os pneus de chuva, obviamente. Logo em seguida, Zhou, Ricciardo, Schumacher e Stroll também iniciaram suas tomadas de tempo.

Até a metade do TL3, Charles Leclerc se sustentou como o mais rápido, completando a volta em 1m43s364.

A grande surpresa foi Fernando Alonso. Único que arriscou usar pneus intermediários com a pista muito molhada, o espanhol pulou na nona para a terceira posição, com 1min45s813.

A moda pegou e outros pilotos passaram a usar os pneus intermediários também. A nove minutos do fim, Leclerc, Alonso, Vettel, Sainz e Norris estavam nas primeiras posições.

Logo em seguida, Vettel rodou na pista e precisou abandonar o treino. O alemão perdeu o controle do carro e atingiu a barreira de pneus. A bandeira vermelha foi erguida para a retirada do carro.
A disputa foi retomada a cinco minutos do fim da terceira sessão.


Notícias relevantes: