Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Ao lado de Tchê Tchê, Pato deve estrear contra o Botafogo

DAS AGÊNCIAS | 24/04/2019 | 08:40

O técnico Cuca admitiu que pode usar Alexandre Pato, Tchê Tchê e Vitor Bueno já no próximo sábado (27), contra o Botafogo, no Morumbi, na estreia da equipe no Campeonato Brasileiro. Sem poder contar com o trio durante a disputa do Paulistão, o comandante tricolor parece propenso a escalar um time com algumas caras novas, já que Luan, Liziero, Pablo e Carneiro são desfalques certos.
“Tchê Tchê é polivalente, segundo volante, chega à frente, mas joga em outras funções também. O Pato é um atacante, hoje nossa necessidade é que ele seja centroavante. O Vitor joga pelo lado direito, esquerdo, é um meia de origem. Já pro sábado poderemos usá-los”, disse Cuca.
Apesar de garantir que o trio estará à disposição caso nada de inesperado aconteça, o treinador do São Paulo não garantiu a presença de todos eles em campo contra o Botafogo, já que ainda há mais três dias de treinamento antes da partida do fim de semana.
“Hoje é terça-feira. Vamos treinar quarta, quinta e sexta. Vamos trabalhar para escalar o melhor que a gente tem em todos os sentidos”, garantiu o técnico tricolor.
Sem Luan e Liziero, Cuca pode acabar deslocando Hudson para fazer o papel de primeiro volante e dar uma chance a Igor Vinícius na lateral direita. Outra possibilidade é a manutenção de Jucilei no time titular, formando dupla com Tchê Tchê, provável substituto de Liziero. Hernanes é mais uma alternativa para o setor, porém, o Profeta ainda não está na plenitude de sua forma física.

PREOCUPAÇÃO
Enquanto Pato comemora sua estreia no Brasileiro, o atacante Gonzalo Carneiro padece com uma suspensão. O resultado analítico adverso para cocaína pode render consequências além de uma possível punição pelo TJDAD (Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem).
Caso seja comprovado o doping para a substância, o atacante poderá ter também o seu contrato suspenso com o São Paulo. Indicado por Diego Lugano, o jogador uruguaio tem vínculo com o clube até 31 de março de 2021.
Se esta hipótese for concretizada, o jogador ficaria separado do elenco e sem receber salários durante o período de suspensão. No futuro, o clube ainda avaliaria se iria continuar com o atacante e reintegrá-lo ou se rescindiria o acordo de vez. Pelo Código Brasileiro Antidoping, ele pode ser punido com até dois anos de afastamento dos gramados.
Por conta de uma lesão, o uruguaio já estava fora da estreia do time no Campeonato Brasileiro.

SÃO PAULO, SP, 16.04.2019 – FUTEBOL-SÃO PAULO: Treino do São Paulo, realizado no CT da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, nesta terça-feira (16). (Foto: Marcello Zambrana/Agif/Folhapress)


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/ao-lado-de-tche-tche-pato-deve-estrear-contra-o-botafogo/
Desenvolvido por CIJUN