Esportes

Após 12 anos, Palmeiras conquista o Campeonato Paulista

T_luiz-adriano-comemora-gol-no-classico-entre-palmeiras-e-corinthians-na-final-do-paulista-1596921006314_v2_900x506
Crédito: Reprodução/Internet
O Palmeiras se sagrou campeão do Campeonato Paulista depois de 12 anos de espera e muito drama. Na tarde de ontem (8), no Allianz Parque, o Alviverde derrotou o rival Corinthians nos pênaltis, por 4 a 3, e faturou o título. Luiz Adriano fez o gol da equipe de Vanderlei Luxemburgo no tempo normal, mas viu Jô, no último lance, igualar em 1 a 1 através de uma penalidade. O clube não vencia o troféu desde 2008. Na disputa de pênaltis, o goleiro Wéverton pegou duas cobranças e o garoto Patrick de Paula converteu a sua, para garantir o título do Verdão. Ele ateu forte, no alto e não deu chances ao gigante Cássio. O goleiro corintiano ainda defendeu uma penalidade, mas não foi o suficiente. Pelo lado palmeirense, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Patrick de Paula converteram seus pênaltis. Bruno Henrique errou. Já o Timão viu Michel e Cantillo desperdiçarem, e Danilo Avelar, Sidcley e Jô acertarem. A equipe de Luxemburgo só não marcou aos 6 minutos do primeiro tempo porque Cássio estava lá. Depois de escorregar, Zé Rafael conseguiu cruzar rasteiro e Willian bateu forte, de dentro da pequena área, mas o goleiro salvou. No início do segundo tempo, o Palmeiras também começou em cima e encontrou o gol. Viña avançou com espaço e cruzou na medida para Luiz Adriano. O atacante subiu alto e cabeceou no cantinho para abrir o placar. Jô, de pênalti, igualou o marcador no último lance: 52 minutos do segundo tempo. Os rivais paulistas agora focam na disputa do Campeonato Brasileiro. O Corinthians estreia com visita ao Atlético-MG, na quarta-feira (12), às 19h15. No mesmo dia, só que às 21h30, o Palmeiras inicia sua jornada no campeonato contra o Fluminense, no Rio. Agora, são 23 títulos paulistas ao Palmeiras, que se isola como segundo maior vencedor estadual, enquanto o Corinthians lidera o ranking com 30 taças e perdeu a oportunidade de ser o primeiro tetracampeão consecutivo da história do Paulistão. O Alviverde, aliás, não vence o rival no tempo normal desde setembro de 2018.

Notícias relevantes: