Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Após temporada no exterior, atleta prepara volta aos ringues

Felipe Cardoso / Especial para o JJ | 09/06/2019 | 10:23

A jundiaiense Daniele Almeida,  32 anos, também é referência quando se trata de muay thai e aventuras pelo mundo. Ela já morou uma temporada na Coreia e três anos e meio na Tailândia, berço do muay thai mundial.

Descobriu sua vocação e amor pelos esportes de luta aos 12 anos, quando começou os treinamentos de judô.  “Lá que aprendi a rotina de treinos, viagens e competições. As pessoas que eu conheci no judô eu convivo até hoje, crescemos juntos, somos uma família”, afirma.

Depois do judô, Daniele quis aprender novas modalidades, movimentos e foi aí que entrou para o muay thai e adorou a experiência. “Treinei um ano e meio por aqui e em 2010, por motivos pessoais tive que me mudar para a Coreia, onde fiquei um ano treinando em uma academia local. Os coreanos gostavam de mim e me estrearam nas competições, como o Mundial WAKO (World Association KickBoxing Organization). O ritmo das preparações era bem diferente do judô, mas gostei muito da experiência, subir num ringue é indescritível. Depois dessa temporada parei por mais um ano para voltar ao Brasil e ter meu filho, em 2012”, relata.

A volta aos treinos aconteceu dois meses após o nascimento do filho e depois de algumas competições no Brasil, como o Campeonato Paulista de Muay Thai, a jundiaiense se mudou para a Tailândia, onde ficou por três anos e meio. “Foi o ponto alto do meu desenvolvimento nessa luta, pois é imersão mesmo. Convivi com lutadores, o treino é mais individualizado, você respira muay thai o tempo todo. Também tem muito mais oportunidades de competir e mesmo pra mulher, de fazer uma carreira no esporte”, avalia.

Entre os principais torneios disputados na carreira, segundo Daniele, a grande maioria foi na Tailândia. “Teve um Ayutthaia Nai Khanom Thom Day, um Mundial Women’s Boxing, duas Copas do Rei (King’s Birthday), um Royal Family Heritage e um Loi Kratong Festival”, conta.

De volta ao Brasil em 2017, a atleta havia desistido de continuar competindo e treinava apenas quando tinha um tempo livre nos compromissos pessoas. Porém, neste ano, uma mudança na rotina fez com que a Daniele voltasse a treinar todos os dias em uma academia de Jundiaí e aceitasse o convite para disputar mais um torneio. “Vou lutar o Desafio Jab-Direto em Santo André, dia 22 deste mês. A preparação anda bem difícil por conta do tempo parada. Minha última competição foi em 2017, na Tailândia, mas estou trabalhando forte para chegar forte no Desafio”, afirmou.

Aos 32 anos, a ideia de se aposentar das lutas não existe mais. “Meus objetivos são conseguir conciliar o muay thai com todas as outras demandas da vida pessoal e fazer boas aparições nos ringues sempre que possível”, diz.

 


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/apos-temporada-no-exterior-atleta-prepara-volta-aos-ringues/
Desenvolvido por CIJUN