Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Brasil e Bélgica fazem duelo de técnica e estratégia por vaga na semifinal da Copa

PAULO BEHR FERRO | 06/07/2018 | 05:35

Brasil e Bélgica se enfrentam hoje, às 15h (de Brasília) na Arena Kazan, buscando vaga na semifinal da Copa da Rússia. Quem se classificar vai encarar França ou Uruguai na fase seguinte do Mundial. Mas o jogo de hoje marca mais do que um duelo eliminatório. Vale também como confronto técnico de alto nível (que nenhum dos dois teve até agora, em quatro partidas) e de estratégias. A do técnico Tite é fundamentada na solidez defensiva da equipe e no talento de Neymar, Marcelo, Phillipe Coutinho e cia. O treinador espanhol Roberto Martínez, por sua vez, tem o peso de fazer seus comandados marcarem o talento da atual geração belga (Hazard, De Bruyne, Lukaku etc) com resultados.

Passar pelo time pentacampeão mundial nesta sexta seria um avanço colossal para que os europeus pudessem fazer história em Copas do Mundo (a melhor colocação até agora foi o 4º lugar em 1986). O técnico Tite confirmou o time titular para o jogo de hoje. Terá Fernandinho na vaga do suspenso Casemiro e a volta de Marcelo, recuperado de dores nas costas que o tiraram de ação ainda no primeiro tempo contra a Sérvia. “Conversei com Marcelo e Filipe Luís e vou reproduzir a conversa. Marcelo saiu por problema clínico, não voltou por problema físico. Filipe Luís jogou muito, competem os dois e eles deixam a cabeça do homem um trevo. E, por critério, volta o Marcelo”, disse Tite. Fagner será mantido na lateral direita (mesmo com a recuperação de Danilo). Os 11 que vão a campo são: Alisson; Fagner, Miranda, Thiago Silva e Marcelo; Fernandinho; Paulinho, Phillipe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

NOVO ESQUEMA?
Roberto Martínez é só mistério em se tratando de escalação para pegar o Brasil hoje. Ele pode alterar o esquema 3-5-2 usado até agora na Copa, incluindo o meio-campista Fellaini e tirando um dos zagueiros. Se o treinador mudar mesmo, estará se adequando ao tipo de jogo mais técnico e estratégico do que foi nas oitavas contra o Japão (vitória belga por 3 a 2 com gol aos 49’). “A diferença é clara entre Brasil e Bélgica. As duas equipes são semelhantes em termos de qualidade. Temos talentos na seleção, mas nunca ganhamos uma Copa do Mundo. É assim quando se entra em torneio que não tem o status de já tê-lo vencido. O Brasil sabe como é, ganhou mais que qualquer outro país e se livrou dessa barreira psicológica”, revelou o técnico. Quem gosta de futebol bem jogado tem muitos motivos para ver Brasil x Bélgica. O jogo promete bastante.

T_miranda_e_tite


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/brasil-e-belgica-fazem-duelo-de-tecnica-e-estrategia-por-vaga-na-semifinal-da-copa/
Desenvolvido por CIJUN