Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Busca da sétima estrela do Amador

| 03/10/2014 | 22:33

A oito meses de completar 50 anos, que serão celebrados em junho de 2015, o Estrela da Ponte comemora a “volta por cima” no Campeonato Amador de Jundiaí para brigar pelo sétimo título. Já classificado para a semifinal ao lado da Ponte Preta da Agapeama, o time da Ponte São João precisou se unir ainda mais, após um começo ruim no torneio. Nos sete primeiros jogos, foram duas vitórias, dois empates e três derrotas. Somou oito dos 21 pontos disputados. A situação mudou a tal ponto que, das 11 partidas mais recentes, o Estrela ganhou dez e perdeu somente uma, ou seja, 27 pontos em 30 possíveis.

De acordo com o goleiro Márcio (campeão do Amador de 2013 vestindo a camisa do Palmeiras do Medeiros), a fase negativa foi difícil de ser superada. “Estamos em um time tradicional da cidade, com uma camisa que pesa, e a torcida criticou bastante aquele mau momento. Chegamos a ouvir que o elenco era o pior da história do time”, lembra. Ele conta ainda que nos primeiros jogos vários atletas não estavam no grupo e, aos poucos, foram chegando reforços. “Conversamos bastante e ‘fechamos o elenco’. Um cobrou o outro e crescemos na hora certa. Agora, é pensar na semifinal e em levantar a taça em novembro, mas sempre respeitando os rivais”, completa o goleiro.

Vanderlei Ribeiro, o “Vandeco”, é auxiliar técnico do treinador Marco Antonio, o “Telefone”, e gerente de Futebol do Estrela da Ponte. Jogou na equipe campeã do Amador de 1998, 2002 e 2003 (os demais títulos foram em 1971, 2005 e 2006). A carreira nos gramados jundiaienses durou, ao todo, 23 anos.

“Depois de um mexer com os brios do outro para sairmos daquela situação, agora podemos comemorar a reviravolta. Mas queremos mais, queremos a sétima taça em nossa sede”, afirma Vandeco. “Temos um time competitivo e experiente, que joga o futebol mais bonito, mas a semifinal será bastante dura, seja qual for o nosso adversário. O Sport Sorocabana, porém, tem o melhor elenco hoje”, diz o auxiliar técnico, referindo-se ao time que enfrenta o Jamaica nas quartas de final (houve empate por 0 a 0 no primeiro confronto e a decisão do classificado será no dia 12, no CE Francisco Dal Santo, mesma data de Grêmio Vila Marlene x 9 de Julho).

Resgate jundiaiense – Vandeco fala ainda que o time da Ponte São João vem em uma fase de resgate da identidade em Jundiaí. “Do time titular, apenas três jogadores são da cidade. Seria melhor termos mais atletas daqui, até pela identificação com a nossa torcida, que também precisa ser renovada. Nossa história é muito bonita, com vários fatos marcantes em Jundiaí, e muita gente boa vestiu a camisa azul e branca do Estrela”, afirma o auxiliar técnico.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/busca-da-setima-estrela-do-amador/
Desenvolvido por CIJUN