Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Camisa 9 do Paulista, Jonathan Brito mata saudade da Croácia torcendo pelo país na final da Copa

GUSTAVO AMORIM | 13/07/2018 | 14:19

Jonathan Brito estava se preparando para mais uma partida da Copa Paulista, em 2016, quando recebeu um telefonema do seu empresário. “Pega seu passaporte. Você vai para a Croácia”. Foi assim, do nada, que o atual camisa 9 do Paulista se viu dentro de um avião rumo ao desconhecido. “Eu fui para Praia Grande dar um beijo na minha mãe, voltei para Jundiaí e, no dia seguinte, já estava desembarcando em Sibenik”, lembra o jogador. Foi um ano e meio atuando no país que neste domingo (15) disputa pela primeira vez uma final de Copa do Mundo.

Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Em entrevista exclusiva ao Jornal de Jundiaí, Jonathan lembra dos melhores momentos que viveu em solo croata e revela para quem vai torcer no domingo: “Croácia, sem dúvida. Mas acho que a França vai acabar sendo campeã. O time francês é muito forte em todos os aspectos. Aposto no 2 a 1”, diz.

FESTA NAS RUAS

Apesar de já ter saído da Croácia há quatro meses e feito poucos amigos por conta do idioma, o atacante acopanha as redes sociais de algumas pessoas e destaca o tamanho da festa feita em Sibenik após a vitória da seleção por 2 a 1 diante da Inglaterra, na semifinal da Copa do Mundo. “A cidade parou. O país parou. Lá eles usam muito sinalizador no estádio e a galera estava bem maluca. Fizeram caminhada pela cidade inteira”, conta. O fanatismo das arquibancas chamou a atenção do jovem atacante brasileiro em sua passagem. “Eles não são muitos, mas são completamente apaixonados”.

GUERRA NA EX-IUGOSLÁVIA MOLDOU JOGADORES DA NACIONALISTA CROÁCIA

JORNALISTA DE FÉRIAS FALA DO CLIMA NA CROÁCIA APÓS SELEÇÃO PASSAR À FINAL DA COPA

LEIA TAMBÉM MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O ESPORTE

Foto: Gustavo Amorim/Colaboração ao Jornal de Jundiaí

Foto: Gustavo Amorim/Colaboração ao Jornal de Jundiaí

VIDA NA CROÁCIA

A vida do atleta criado nas categorias de base do estádio Dr. Jayme Cintra não foi fácil no exterior. Ele lembra que teve muitas dificuldades por conta do idioma: “Falar croata é muito dif´ícil. Mas o problema é que, lá, quase ninguém fala inglês. Muitas vezes eu me sentia sozinho e só conseguia conversar com alguns jogadores e o auxiiar técnico que falava italiano”.

Alimentação?

Jonathan lembra também que a alimentação não era aquele bom e velho arroz, feijão e bife de sua mãe, ou das “tias da cozinha” do alojamento do Paulista. “O arroz era meio papa, mais com cara de risoto. O problema mesmo era que eles colocavam ervilha em tudo”, lembra com sorriso no rosto, afirmando que se acostumou com a culinária local após algumas semanas. “Mas eu me acostumei rapidinho com a praia mesmo. Não tem como não se apaixonar por um lugar como aquele”, destaca.

Guerra

A Croácia se declarou independente da Iugoslávia por conta da guerra em 1991, mas mesmo passados 27 anos, a lembrança se mantém viva na vida dos cidadãos. “Toda primeira segunda-feira do mês toca uma sirene por mais de uma hora na cidade. Achei estranho na primeira vez, mas quando você conhece os motivos se torna algo bem interessante”, conta o goleador. Jonathan revela que não sofreu racismo, mas percebia alguns olhares estranhos. “Eles sabem que você não é nascido lá. Soube de gente que sofreu muito, mas acho que está mudando. Ainda bem”.

 

Você sabe falar croata? 🇭🇷 Camisa 9 do Paulista, o atacante Jonathan Brito jogou por um ano e meio no país que decide a Copa do Mundo neste domingo (15) contra a França. E ele tentou arranhar umas palavras na língua local! Em entrevista exclusiva para o Jornal de Jundiaí, revelou para quem vai torcer: confira no vídeo e arraste para ver algumas fotos! . No JJ.com.br, leia a matéria completa sobre a vida do jogador na Europa. #jornaldejundiaí

Uma publicação compartilhada por Jornal de Jundiaí (@jornaldejundiai) em


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/camisa-9-do-paulista-jonathan-brito-mata-saudade-da-croacia-torcendo-pelo-pais-na-final-da-copa/
Desenvolvido por CIJUN