Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Manchester City faz clássico contra o Chelsea

DA FOLHAPRESS - redacao@jj.com.br | 04/03/2018 | 05:08

Em pronunciamento sem direito a perguntas, os médicos Rodrigo Lasmar e Gerad Saillant disseram que a cirurgia no pé direito do atacante Neymar – realizada ontem – foi feita com sucesso e sem intercorrência. O jogador foi submetido a uma operação no quinto metatarso do pé direito (popularmente conhecido como dedo mindinho). A intervenção durou cerca de uma hora e 15 minutos. Lasmar informou que a alta de Neymar está prevista para a manhã deste domingo (4).

Guardiola. Foto: Divulgação.

Guardiola. Foto: Divulgação.

O jogador deverá fazer o início do tratamento, que prevê longos períodos de repouso, na sua mansão em Mangaratiba, município da costa verde fluminense. No domingo passado (25), o atacante sofreu uma fratura no pé direito no final do clássico contra o Olympique, pelo Campeonato Francês. Neymar será reavaliado em seis semanas com exames de imagens para ver a resposta do atleta. Segundo o francês Saillant, é impossível definir um prazo para o ex-santista voltar ao futebol antes desses exames.

Na quinta (1º), Lasmar disse que o jogador voltaria aos gramados em, no máximo, três meses. A Copa do Mundo será aberta em junho. “O prazo de recuperação vai depender muito da evolução do jogador”, disse o médico. De acordo com nota publicada no site da CBF, a cirurgia consistiu na colocação de um parafuso associado a um enxerto ósseo (para acelerar a recuperação) colocado ao nível da lesão do quinto metatarso.

SEM DIVERGÊNCIAS
No seu rápido pronunciamento, Saillant fez questão de negar que tenha ocorrido divergência de Neymar com o clube francês. “Foi feito tudo de acordo com o atleta, seus familiares e os diretores do clube”, disse Saillant, que desembarcou na sexta (2) no Brasil para acompanhar a cirurgia.
Presidente e fundador do Instituto do Cérebro e da Medula Espinhal, referência mundial em ortopedia e traumatologia, o médico foi o responsável pela cirurgia no joelho de Ronaldo em 2000. No início da tarde, Neymar já estava no quarto assistindo pela TV o jogo do PSG, que neste sábado venceu o Troyes por 2 a 0 fora de casa.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/city-faz-classico-contra-o-chelsea/
Desenvolvido por CIJUN