Esportes

Corinthians e Palmeiras vivem momentos opostos


Felipão tenta fazer Palmeiras voltar a jogar o futebol que já lhe valeu a liderança
Crédito: Reprodução/Internet
Corinthians e Palmeiras viviam fases bem diferentes no momento em que o calendário do futebol brasileiro foi pausado para a disputa da Copa América. Fábio Carille era cobrado pela produção inconsistente e pelas dificuldades ofensivas alvinegras. Luiz Felipe Scolari via elogios à defesa alviverde e tinha de responder se o título do Brasileirão estava bem encaminhado. Essas realidades mudaram desde que a competição foi retomada, há menos de um mês. O Palmeiras foi de líder disparado e grande favorito ao título nacional a segundo colocado. A equipe ainda foi eliminada da Copa do Brasil pelo Internacional e chegou a sofrer na Copa Libertadores diante do frágil Godoy Cruz. Nesse período, o Corinthians cresceu na tabela e apresentou um futebol melhor. A defesa do Timão se tornou mais firme com o reforço de Gil e impulsionada pelo ótimo momento do meia Pedrinho, que na criação com a bola melhorou muito. Foram nove gols marcados e três sofridos nas cinco partidas disputadas pela equipe de Carille, desde o retorno às competições. “Estou muito feliz pelo desempenho coletivo e pela produção individual. Temos atacado bastante,[1 A 0] essa é a nossa busca”, disse o técnico, dando crédito a Pedrinho pelo crescimento. “Quando eu cobrava, era porque sabia do potencial. Ele tem qualidade e está assumindo a responsabilidade.” Melhor na defesa e no ataque, o Corinthians vem de quatro vitórias e um empate. A equipe colecionou pontos importantes no Brasileiro, diminuindo consideravelmente a enorme distância que o separava do então líder Palmeiras. No momento da parada para a Copa América, a diferença era de 13 pontos. Agora, o time alvinegro se vê com a chance de ficar apenas dois pontos atrás do rival. Para isso, precisa vencer o confronto direto marcado para hoje (4), na Arena Itaquera, e ganhar também do Goiás na próxima quarta (7), no mesmo local - em jogo atrasado da sétima rodada. Para impedir a aproximação do adversário e brigar pela ponta, que lhe foi tomada pelo Santos, o Palmeiras terá de mostrar recuperação. Até fazer 4 a 0 no Godoy Cruz, na última terça (31), acumulava cinco partidas seguidas sem vitória. No Brasileiro, foram conquistados apenas dois pontos dos últimos nove possíveis. [caption id="attachment_64353" align="alignnone" width="800"] Fábio Carille arrumou o Corinthians durante a parada para a Copa América[/caption]

Notícias relevantes: