Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Corinthians enfrenta hoje o São Bento com nomes novos

DAS AGÊNCIAS | 02/03/2019 | 05:01

O técnico Fábio Carille montou na manhã de ontem (1) uma formação alternativa no último treino do Corinthians antes da partida contra o São Bento. Há mudanças em todos os setores, e a escalação conta com cinco reservas. O Corinthians entra em campo às 16h30 no estádio Walter Ribeiro válido para a 16h30 para enfrentar o São Bento pela nona rodada do Campeonato Paulista. O Alvinegro lidera o grupo C com 13 pontos, um a mais que a Ferroviária e três acima do Bragantino.
O time principal montado por Carille teve Cássio; Fagner, PH, Marllon e Avelar; Richard, Júnior Urso e Sornoza; Clayson, Vagner Love e Boselli. O miolo de zaga deve ter Pedro Henrique e Marllon, reservas que devem atuar juntos pela quarta vez na temporada. Na frente, Mauro Boselli herda a vaga de Gustagol e volta ao comando de ataque.
O time fez o chamado “treino fantasma”, concentrado principalmente em jogadas ensaiadas e lances de linha de fundo. Carille também cobrou movimentação em bloco e recomposição após a perda da bola. Em relação ao jogo contra o Racing, saem do time Manoel, Henrique, Ralf, Ramiro, Pedrinho e Gustagol.
Em campo anexo treinaram os reservas, incluindo Jadson, que ainda se recupera de dores em ambos os joelhos. O recém-contratado Bruno Méndez também esteve no coletivo em campo reduzido. O meia até tem chance de ser relacionado, mas só deve voltar a ficar à disposição na próxima semana. Já o zagueiro apenas compõe elenco enquanto não for inscrito em alguma competição.

DESTAQUE
Ao defender as cobranças de pênalti de Domínguez e Solari, Cássio, 31 anos, não só fez o Corinthians eliminar o Racing e avançar à segunda fase da Copa Sul-Americana, na quarta-feira (27), como aumentou os feitos que levam parte dos corintianos a defini-lo como o maior goleiro da história do time alvinegro.
Ele é comparado a outros ídolos como Gylmar do Santos Neves e Ronaldo. E leva vantagem em alguns pontos. O camisa 12 é o goleiro que conquistou mais títulos pelo clube. Em sete anos, ele tem oito troféus, entre eles, os da Libertadores e do Mundial. Ronaldo somou cinco troféus entre 1988 e 1998, enquanto Gylmar faturou quatro taças de 1951 a 1961.
Mesmo com menos tempo de casa, Cássio poderá se tornar, neste sábado (2), o segundo goleiro que mais vezes defendeu o Corinthians. Diante do Racing, ele igualou a marcar de Gylmar, com 395 jogos.
Com 1,95 m, Cássio tem a menor média de gols sofridos em relação a Ronaldo e Gylmar. O camisa 12 levou 313 gols, média de 0,79 por partida. Ronaldo, de 1,88 m, sofreu 571 gols, média de 0,94. E Gylmar, de 1,81 m, foi vazado 527 vezes.

Marllon, jogador do Corinthians, durante treino no CT Joaquim Grava (Parque Ecológico do Tietê), na Zona Leste da capital paulista.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/corinthians-enfrenta-hoje-o-sao-bento-com-nomes-novos/
Desenvolvido por CIJUN