Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Corinthians vence o Goiás de forma tranquila e encosta no G-4

FOLHAPRESS | 07/08/2019 | 21:49

O Corinthians soube limitar as ações do Goiás e venceu a partida por 2 a 0, nesta quarta (7), na Arena Corinthians, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. No primeiro tempo, Junior Urso marcou após bom passe de Clayson e, na segunda etapa, Mauro Boselli converteu penalidade e ampliou o placar. Nos acréscimos, o time alvinegro quase ampliou com o atacante Everaldo, mas o corintiano foi parado com falta de Yago Rocha, que acabou com a expulsão do jogador da equipe esmeraldina.

Com a vitória, o Corinthians encostou no G-4 do Brasileiro. O time alvinegro chegou a 23 pontos e assumiu a quinta colocação – nove pontos atrás do líder Santos. Já o Goiás segue no décimo segundo lugar, com 17, e sete à frente da Chapecoense, primeira equipe na zona de rebaixamento.

O Alvinegro volta a campo no próximo domingo (11), contra o Internacional, no estádio Beira-Rio, às 11h (de Brasília). A equipe esmeraldina joga no mesmo dia, contra o Vasco, no estádio Hailé Pinheiro, às 19h. Ambas partidas são válidas pelo Campeonato Brasileiro.

GOL ASSUSTA COM BOLAS NA TRAVE E GOL ANULADO PELO VAR
A equipe esmeraldina pouco se lançou ao ataque, mas teve boas oportunidades para empatar a partida. A dobradinha formada pelo lateral Daniel Guedes e o atacante Michael pelo lado direito deu muito trabalho à defesa do Corinthians. Aos 17 do primeiro tempo, Kayke concluiu um cruzamento do defensor na trave e, aos 28, Michael fez bela jogada individual e balançou as redes, mas o VAR apontou impedimento. Já na segunda etapa, Kayke, mais uma vez, obrigou Cássio a fazer grande defesa – após o toque do goleiro, a bola ainda bateu no travessão.

CLAYSON DÁ TRABALHO PELO LADO DIREITO
O atacante Clayson foi escalado do lado esquerdo do ataque, sua posição de origem no Corinthians. No entanto, o camisa 25 se deslocou para o lado direito, onde protagonizou as suas melhores jogadas. Em uma delas, aliás, o time alvinegro abriu o placar. Clayson fez boa triangulação com Gabriel e Fagner, e cruzou rasteiro para Urso acertar o ângulo esquerdo do goleiro Tadeu. Após o gol, o atacante ainda arriscou outras boas jogadas do lado direito.

FOI BEM: JUNIOR URSO RESSUSCITA E DECIDE
O meio-campista corintiano não vinha fazendo boas atuações nas últimas partidas. Porém, contra o Goiás ele fez o gol que abriu o placar e, em jogada individual, conseguiu uma penalidade após a bola bater no braço do zagueiro Rafael Vaz.

FOI MAL: CARLOS AUGUSTO SOFRE COM MICHAEL
O técnico Fábio Carille optou por poupar o lateral-esquerdo Danilo Avelar e deu uma chance a Carlos Augusto. Durante a partida, a prata da casa sofreu demais com os avanços de Michael. O atacante do Goiás criou, ao menos, três oportunidades que levaram muito perigo a meta corintiana. Em contrapartida, o jovem lateral foi eficiente na “parte ofensiva”, mas abusou demais dos cruzamento pelo alto.

O JOGO DO CORINTHIANS: 4-1-4-1 COM INTENSIDADE NO ATAQUE
Com três mudanças em relação ao time considerado titular, Carille escalou o Corinthians no 4-1-4-1, com Júnior Urso e Mateus Vital na mesma linha e tentando associações com Pedrinho e Clayson. Um time de ataque móvel que começou em cima do Goiás, com muita intensidade no ataque. O gol de Júnior Urso, aliás, saiu quando o time já tinha levantado 11 bolas na área adversária. Faltava uma jogada de paciência e triangulação pelo chão, com amplitude e volume ofensivo. Com pressão na saída de bola do Goiás, o Corinthians mostra que é um time que joga e deixa jogar.

O JOGO DO GOIÁS: ONZE NA DEFESA E CONTRAGOLPE
A equipe esmeraldina foi à Arena para se defender e apostar nos contra-ataques. Quando o Corinthians tinha bola, todos os jogadores do alviverde se mantinham dentro de seu campo de defesa. Na recuperação da posse, Michael era o jogador mais acionado para levar trabalho aos defensores corintianos.

CRONOLOGIA DO JOGO
O Corinthians abriu o placar aos 24 minutos do primeiro tempo, quando Clayson cruzou rasteiro e Jr. Urso finalizou no contrapé do goleiro Tadeu. Com a vantagem, o time da casa soube suportar as investidas do Goiás nos contra-ataque e ampliou na reta final com Boselli, cobrando pênalti.

VAZAMENTO INTERDITA DOIS ANDARES NA ARENA
O vazamento ocorrido no sistema hidráulico da Arena interditou dois andares. O problema aconteceu no 9º andar, onde causou um desabamento de parte do gesso do forro, mas o vazamento chegou até o sexto, que teve parte do local isolado. Os elevadores, inclusive, não estavam funcionando para estes dois andares. Torcedores do Corinthians que compraram ingressos para acompanhar o jogo no setor Oeste Superior foram realocados para o Oeste Inferior sem custo adicional.

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Gabriel, Junior Urso (Matheus Jesus), Mateus Vital (Jadson), Pedrinho, Clayson (Everaldo); Boselli. Tércnico: Fábio Carille

GOIÁS
Tadeu; Daniel Guedes, Rafael Vaz, Fábio Sanches e Jefferson; Geovane, Yago Felipe, Léo Sena; Barcia (Renatinho), Michael (Junior Brandão) e Kayke (Rafael Moura). Técnico: Robson Gomes (interino)

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)
Árbitro do VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Cartões amarelo: Daniel Guedes e Léo Sena (Goiás); Fagner (Corinthians)
Cartão vermelho: Yago Felipe (Goiás)
Gols: Junior Urso, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Boselli, aos 41 do segundo tempo (Corinthians).

Júnior Urso marca e comemora o primeiro gol do Corinthians contra o Goiás


FOLHAPRESS
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/corinthians-vence-o-goias-de-forma-tranquila-e-encosta-no-g-4/
Desenvolvido por CIJUN