Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Defesa falha, Bragantino surpreende e bate Corinthians por 3 a 2 no Pacaembu

DA FOLHAPRESS - redacao@jj.com.br | 18/03/2018 | 19:01

Atuando como visitante no Pacaembu, mas tendo a maior parte da torcida ao seu favor, o Corinthians perdeu para o Bragantino por 3 a 2 pelo jogo de ida das quartas de final do paulista. Numa tarde infeliz da defesa alvinegra, o Bragantino foi mais eficiente, segurou o ataque do Corinthians e conseguiu a vitória. A lentidão do time corintiano também facilitou os desarmes por parte da equipe de Bragança Paulista. Se o time do interior perder por um gol de diferença no jogo de volta em Itaquera a decisão da vaga nas semifinais vai para os pênaltis. A surpresa começou aos 44 minutos do primeiro tempo. Matheus Peixoto, livre dentro da área, abriu o placar de cabeça após falha do sistema defensivo do Corinthians. Parte da zaga parou acreditando que o atacante do Bragantino estava impedido. Mas Cássio, antes de pegar a bola dentro do seu próprio gol, gesticulou bastante com Clayson. O fato de o atacante, que estava marcando o escanteio de onde saiu a jogada do gol, ter ficado parado na linha de fundo, validou o primeiro gol da tarde. No fim do primeiro tempo, com 1 a 0 no placar, o Bragantino acabou premiado pela sua eficiência. Soube segurar o ataque do Corinthians durante toda a etapa inicial, muitas vezes com faltas, e em um dos únicos lances que conseguiu, abriu o placar na bola área.

O Corinthians, com lentidão na construção das jogadas, dominou o jogo, mas finalizou poucas vezes com perigo. Uma das chances foi aos 39 minutos do primeiro tempo. Maycon, da entrada da área, acertou o travessão. Nos 45 minutos finais, o Corinthians chegou ao empate, aos 19 minutos, após falha do goleiro Alex Alves. O defensor ficou estático pedindo falta de Romero, não marcada. A jogada seguiu e Balbuena, também de cabeça, empurrou para as redes. Quando os 15 mil pagantes presentes no Pacaembu começaram a esperar pela virada foi o Bragantino que voltou a ficar na frente do placar. Aos 26 minutos da etapa final, Vitinho marcou após Cássio espalmar para o meio da área. Cinco minutos depois, a surpresa aumentou. Ítalo, em novo rebote de Cássio, estufou a rede para fazer 3 a 1. Aos 43 minutos de jogo, um gol importante. O garoto Pedrinho, que havia entrado no intervalo no lugar de Clayson, acertou um chute no ângulo, para fazer 3 a 2. Nos minutos finais, o Corinthians fez o que a torcida esperava que ele fizesse durante toda a partida. Pressionou o Bragantino, mas sem conseguir o empate. No final do jogo, por causa do mando do Bragantino, o sistema de som do Pacaembu tocou o hino do time do interior.

FICHA TÉCNICA

Estádio: Pacaembu, em São Paulo
Público: 14.153 pagantes (15.525 total)
Renda: R$ 607.694,00
Juiz: Leandro Bizzio Marinho
Cartões Amarelos: Vitinho, Lázaro, Ítalo e Gerley (Bragantino)
Gols: Matheus Peixoto, aos 47min do primeiro tempo, Vitinho, aos 25min do segundo tempo, e Ítalo, aos 31min do segundo tempo (Bragantino); Balbuena, aos 20min do segundo tempo, e Pedrinho, aos 42min do segunto tempo

BRAGANTINO: Alex Alves; Diego Macedo, Lázaro, Guilherme Mattis, Fabiano; Adenílson, Willian Schuster, Danilo Bueno; Vitinho (Gerley), Léo Jaime (Ítalo), Matheus Peixoto. T.: Marcelo Veiga

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Mantuan), Balbuena, Henrique, Sidcley; Gabriel, Maycon, Rodriguinho; Romero (Mateus Vital), Emerson Sheik, Clayson (Pedrinho). T.: Fábio Carille


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/defesa-falha-bragantino-surpreende-e-bate-corinthians-por-3-a-2-no-pacaembu/
Desenvolvido por CIJUN