Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

E a base? Jovens têm poucas chances com Jorge Sampaoli

FOLHAPRESS | 28/06/2019 | 08:40

Apesar da integração dos garotos da categoria de base do Santos com o elenco profissional, o argentino Jorge Sampaoli não tem dado muitas oportunidades aos novos Meninos da Vila na temporada. O elenco santista hoje conta com 12 jogadores formados nas categorias de base do clube, mas somente os mais “veteranos” vêm jogando: Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Alison. Os demais, somados, têm apenas 431 minutos no ano, cerca de 13% do total dos 36 jogos do Santos no ano.

Outros nove meninos ainda aparecem no material de imprensa divulgado pelo clube e aguardam mais chances na equipe: os goleiros João Paulo e John; os zagueiros Kaique Rocha e Wagner Leonardo; o volante Guilherme Nunes; o meia Lucas Lourenço; e os atacantes Kaio Jorge, Yuri Alberto e Alexandre Tam.

Entre os Meninos da Vila que colaboraram para os 431 minutos, o volante Sandry esteve boa parte do ano afastado, pois não entrou em acordo para renovação de contrato, e o atacante Arthur Gomes, o que mais atuou com 150 minutos, foi emprestado à Chapecoense. Nessa “turma”, Arthur é o mais “veterano” de profissional, já que estreou no time de cima em 2016.

A conta, claro, exclui o atacante Rodrygo, que, apesar de ser o principal dos novos Meninos da Vila, já era consolidado quando Sampaoli chegou ao Santos e, inclusive, já foi vendido ao Real Madrid (ESP),
A saída do atacante pode render minutos ao garoto mais novo entre os promovidos ao elenco de cima.

Quem pode ganhar espaço no segundo semestre é o volante Sandry, desde que chegue a um acordo com o Santos pela renovação contratual travada há meses. O garoto impressionou Sampaoli durante a pré-temporada e foi promovido pelo argentino ao time principal, mas logo deixou de aparecer nas partidas devido ao problema contratual. A negociação pode andar nas próximas semanas por conta da perda do volante Jean Lucas, que foi vendido no início dessa semana ao Lyon (FRA).

O argentino Jorge Sampaoli, técnico do Santos FC, antes da partida contra o Mirassol, válida pela sexta rodada do Campeonato Paulista 2019.


FOLHAPRESS
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/e-a-base-jovens-tem-poucas-chances-com-jorge-sampaoli/
Desenvolvido por CIJUN