Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Ferrolho que funciona com precisão

| 08/05/2014 | 09:13

Atual oitava colocada no ranking da Fifa, a Suíça surpreendeu não só por ser cabeça de chave, mas pela evolução. O tradicional ferrolho defensivo, que os torcedores esperam que no Brasil funcione com a precisão de um dos excelentes relógios fabricados no pequeno e frio país europeu, também tem qualidade técnica e pode surpreender no Grupo E, medindo forças de igual para igual com França (campeã do mundo em 1998), Equador e Honduras.

O time vermelho e branco é comandado pelo experiente treinador alemão Ottmar Hitzfeld e teve alguns tropeços nas Eliminatórias Europeias, mas nos dois jogos finais bateu a Noruega por 2 a 0 e a Albânia por 2 a 1, classificando-se diretamente. Esta será a décima participação em Copas da Suíça, que sediou o torneio em 1954, vencido pela então Alemanha Ocidental.

Agora, a equipe pretende aproveitar o crescimento do futebol para obter um “algo mais” – ao menos igualar a melhor campanha, as quartas de final por três vezes. Individualmente, tem como destaques o goleiro Diego Benaglio, campeão alemão pelo Wolfsburg em 2009; o meia Barnetta (Eintracht Frankfurt-ALE) e o zagueiro Senderos (Valencia-ESP).

Vale lembrar que, na última Copa, na estreia, os suíços venceram a Espanha por 1 a 0. Semanas depois, a Fúria recuperou-se e conquistou o título na África do Sul. E agora, no Brasil, quem será a próxima vítima do “ferrolho”?


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/ferrolho-que-funciona-com-precisao/
Desenvolvido por CIJUN