Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Goleiro pega dois pênaltis na decisão e Paulista é tetracampeão da Copa Ouro

Felipe Torezim . ftorezim@jj.com.br | 07/12/2017 | 15:15

O torcedor do Galo pôde finalmente soltar o grito de campeão que estava entalado na garganta. Com vitória por 4 a 3 nos pênaltis, após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, o Paulista bateu o Bragantino e sagrou-se campeão da Copa Ouro Sub-19. Este é o quarto título do Galinho na competição – venceu em 2013, 2014, 2015 e 2017. O zagueiro Evandro marcou o gol do Paulista, aos sete minutos do primeiro tempo. De pênalti, o atacante Lucas empatou, aos 25 da etapa complementar. Nas penalidades, o goleiro Allan garantiu o título com duas defesas. No ano passado, o Bragantino foi campeão em cima do Galo, também nos pênaltis, em Bragança Paulista.
“Foi um jogo muito complicado. Perdemos muitas chances e a bola nos puniu com o empate do Bragantino. Mas destaco a vontade de todos e merecemos a conquista, que foi o mais importante”, avaliou o treinador Sérgio Caetano. O Paulista terminou o torneio com cinco vitórias em um empate. 31 gols feitos e apenas dois sofridos.

O jogo
A todo momento muito disputada, a partida teve um Paulista como protagonista na primeira etapa. Mesmo sem muitas chances de gol, as vezes que o Galo chegou foram com perigo. Aos seis minutos, Gil fez boa jogada e serviu Vinícius que obrigou o goleiro a fazer boa defesa. Na cobrança de escanteio, Evandro marcou para o Paulista. Aos 24, em contra-ataque, Quadrado acionou Gil pela esquerda. O meia invadiu a área e parou no goleiro. Quatro minutos mais tarde, Daniel parou no travessão após cobrança de falta.
No segundo tempo, Luiz quase fez de cabeça aos dois, mas foi o Bragantino quem marcou com Lucas, após pênalti cometido por Evandro, aos 25. Na sequência Zulu e Evandro quase marcaram o segundo gol do Galo. Victor Emerson chegou a fazer o segundo para o Tricolor, mas foi flagrado em posição de impedimento.

Os pênaltis
Na vitória de 4 a 3, Falcão, Simões, Victor Emerson e Vinícius marcaram. Evandro parou no goleiro e Allan garantiu a vitória com duas defesas. “Foi um jogo que fui do céu ao inferno. Fiz o gol, cometi o pênalti e depois errei a minha cobrança, mas sempre confiei na força desse grupo. Após o erro, falei para o Allan ter calma que ele pegaria a cobrança e nos colocaria na disputa e foi isso que aconteceu. Estou muito feliz pelo título”, contou o capitão Evandro. “Fiquei feliz de poder ajudar diretamente na conquista com essas duas defesas. O Evandro pediu para eu pegar e não decepcionei. Estamos vivendo um momento muito especial”, completou o goleiro Allan.

Prêmios individuais
Após o jogo, foi anunciado os destaques da competição. O atacante Luiz foi o artilheiro com oito gols marcados. “É fruto do trabalho da equipe toda. Agora é continuar da mesma maneira para ganhar ainda mais confiança”, relatou Luiz.
Allan, com apenas dois gols sofridos, foi eleito o melhor goleiro. “Conquista de todos que mostra o quanto somos fortes e vamos dar trabalho em tudo o que disputarmos”, comemorou.
Evandro foi eleito o melhor jogador do torneio. “Gratificante receber o prêmio. Temos trabalhado firme e fomos recompensados”, comemorou.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/goleiro-pega-dois-penaltis-na-decisao-e-paulista-e-tetracampeao-da-copa-ouro/
Desenvolvido por CIJUN