Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Honestidade é tudo, alerta Porcari

THIAGO BATISTA | 15/12/2019 | 12:00

Rafael Porcari foi árbitro de futebol entre 1994 e 2010 e chegou ao quadro da Federação Paulista de Futebol, apitando jogos das Séries A1, A2 e A3. Atualmente comentarista de arbitragem da Rádio Difusora, ele lembra, para quem deseja ser ‘juiz’, que é preciso ter uma qualidade primordial: ser honesto.

“O senso de cumprir a regra é essencial. Tendo isso, deve desenvolver o condicionamento físico e, claro, conhecer as leis do jogo. A questão da autoridade em campo e da coragem em tomar decisões serão consequências do dever de honestidade”, conta.

Porcari queria ser jornalista esportivo e, para ser especialista em futebol, foi estudar as regras. Participou de um curso de árbitro amador em Campinas. Foi onde mudou de ideia.

“Ao invés de conhecer as regras para comentá-las na imprensa, me apaixonei pelas aulas práticas. Quando você veste a roupa de árbitro, é como um super-herói vestindo seu uniforme.”

O comentarista da Difusora explica algumas diferenças no trabalho. “No amador você sofre mais pressão com a torcida durante as partidas, No profissional, é com os atletas, pois é o ganha pão deles. Entretanto, o ambiente amador é muito mais violento do que o profissional devido ao descompromisso. Mas, na atuação em si, o profissional tem de estar afiado às mudanças sempre”, detalha.

Porcari faz um alerta para quem deseja ter carreira como árbitro. “Se pessoa sente desejo e quer ter o gosto de uma aventura, pode começar nos jogos amadores.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/honestidade-e-tudo-alerta-porcari/
Desenvolvido por CIJUN