Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Internacional bate o Grêmio nos pênaltis e é campeão da Copinha

FolhaPress | 25/01/2020 | 16:00

Na cidade onde clássicos estaduais são disputados com torcida única desde 2016, Grêmio e Internacional decidiram neste sábado (25) o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior com a presença de tricolores e colorados no Pacaembu -nos pênaltis, o Inter foi campeão.

Divididas nas arquibancadas, as duas torcidas circularam livremente no entorno do estádio antes da partida. Não havia separações entre os rivais, algo que era comum em clássicos paulistas em São Paulo até 2016, quando foi instituída torcida única em duelos entre Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos.

No aniversário da capital paulista, prevaleceu um clima de festa, sem registro de incidentes. No entanto, vale lembrar que além de se tratar de uma partida envolvendo equipes de base, o duelo foi disputado a cerca de 1.200 km da cidade dos times envolvidos.

Apesar de os ingressos estarem esgotados desde a véspera da partida, de acordo com a FPF (Federação Paulista de Futebol), muitos lugares ficaram vazios. Distribuídos gratuitamente por meio de cadastro na internet, os bilhetes eram comercializados por cambistas por R$ 20 na porta do estádio.

Em campo, o Grêmio saiu na frente, com gol de Fabrício, aos 9 min do segundo tempo. Na comemoração, porém, o time teve o zagueiro Alison Calegari expulso, ao levar o segundo cartão amarelo por subir no alambrado.

O Inter aproveitou a vantagem e buscou o empate, com Guilherme Pato, aos 12 minutos. O jogo seguiu com chances para os dois lados, mas o empate persistiu até os pênaltis. Com vitória por 3 a 1, o time colorado levou o seu quinto título e impediu a conquista inédita do rival.

Esta foi apenas a quinta vez na história do torneio em que nenhum time paulista chegou à final. A última vez que isso ocorreu foi em 2011, quando o Flamengo derrotou o Bahia. Antes disso, as edições de 1971, 1980 e 1996 também não contaram com times do estado.

A decisão da Copa São Paulo marcou, ainda, a primeira partida do estádio municipal sob administração do consórcio Allegra Pacaembu. A concessão do local tem duração prevista de 35 anos. Durante o período, o local passará por algumas reformas.

Em dezembro, por exemplo, o estádio será fechado para a remoção da arquibancada tobogã, local onde os ingressos costumam ser mais baratos. O consórcio pretende construir um edifício multiuso. A obra deve durar dois anos, período no qual o municipal ficará fechado ao público.

No jogo entre Grêmio e Inter, foi possível notar algumas diferenças sutis nos serviços oferecidos aos torcedores, como a presença de lanchonetes parceiras do consórcio, as redes Bob’s e Patroni Pizza. Os funcionários que vendiam lanches circulando nas arquibancadas exibiam a logomarca da rede de cinemas Cinemark, também parceiro da Allegra.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/internacional-bate-o-gremio-nos-penaltis-e-e-campeao-da-copinha/
Desenvolvido por CIJUN