Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Japonês é destaque no tênis de mesa de Jundiaí

Thiago Batista | 10/12/2019 | 05:01

Kenji Shimizu tem 85 anos e compete nos Jogos Regionais do Idoso (Jori) por Jundiaí. Morador de Campinas, ele não nasceu no Brasil. Mas desde 1.960 este japonês, nascido em Yokohama, mora no país. Largou tudo no Oriente para ganhar a vida na profissão que ama.

“Eu resolvi vir para o Brasil pois tinha me formado marinheiro, na área de tecnologia, e aqui tinha muita oferta de emprego e vim para cá. Deixei toda a minha família, e vim sozinho”, conta.

Ele conheceu o tênis de mesa quando ainda cursava a faculdade no Japão, mas voltou a praticar a modalidade nos últimos dez anos. E sempre fez muitos amigos no esporte. Por isso, recebeu o convite para defender a equipe de Jundiaí nas competições. “Conheço diversas pessoas em Jundiaí e eles me chamaram´ para jogar pela cidade e aceitei.”

Shimizu viu de perto a Segunda Grande Guerra Mundial e lembra de histórias triste que vivenciou. “A gente tinha de sair de casa com uma fita enrolada no corpo com a escritura da nossa casa”, relembra emocionado.

Casado desde 1964 com Fusae, tem quatro filhos e seis netos, mas sua paixão pelo tênis de mesa não o abandona. “É um esporte muito bom que faz bem para a mente e para o corpo”, garante.

Seu companheiro de equipe, Carlos Alberto Rola, o Esquerdinha, de 62 anos, também tem a mesma opinião. “O tênis de mesa também ajuda a manter o equilíbrio do corpo”, conta o jogador, que prática todos os dias ainda uma caminhada de 4 quilômetros.

Esquerdinha, medalhista em Jogos Regionais e Abertos, espera uma ótima colocação no evento, já que vai competir em casa. “Espero ser campeão, mas ficar entre os quatro melhores já estará bom.”


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/japones-e-destaque-no-tenis-de-mesa-de-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN