Esportes

Jundiaiense é destaque no sub-20 do Corinthians


T_lucas3
Crédito: Reprodução/Internet
Um dos destaques da categoria de base do Corinthians é da Terra da Uva. O jundiaiense Lucas Piton Crivellaro, de 18 anos, é dos nomes que chama a atenção na categoria sub-20 do Timão. Como toda criança, o jogador sonhava em vestir a camisa de um grande clube brasileiro. Os passos dele começaram no futebol de são dos clubes da cidade, aos 4 anos de idade. “Comecei jogando no Nacional, com o técnico Maia. Depois passei pelo Metalúrgicos, Jundiaiense, São João, Uirapuru, Nova Odessa e pelo CEFA”, conta o jogador. O jovem começou a ganhar destaque na carreira em 2009, quando chegou ao futsal do Corinthians, mas não ficou o tempo que esperava. “Fiquei menos de dois anos lá, mas segui treinando e jogando em outros clubes menores. Em 2011 também tive uma passagem pelo futsal do Palmeiras, antes de retornar em definitivo para o Timão”, destacou com orgulho. Lucas voltou ao Corinthians no ano de 2016, ainda no futsal, porém em 2017 teve a oportunidade que mudaria sua vida e sua carreira. “Naquele começo de ano tive a oportunidade de fazer um teste na equipe de campo e graças a Deus fui aprovado”, comentou o jovem dono da lateral-esquerda do Alvinegro. O primeiro contrato profissional veio em setembro de 2018, um mês antes do jogador completar 18 anos de idade. Lucas assinou um contrato de 3 anos com o Corinthians e fica no clube pelo menos até setembro de 2021. “Fiquei muito feliz e emocionado por ter conseguido chegar até aqui e em um clube tão grande como este. Espero chegar ao time profissional e permanecer por muito tempo”, falou o jogador. Na última edição do maior torneio de categoria de base do Brasil, a Copa São Paulo de Futebol Junior, disputada em janeiro deste ano, o Corinthians foi eliminado na semifinal, mas Lucas participou de cinco jogos. “Mesmo me machucando durante a competição, pude atuar em cinco partidas, dando três assistências para gols. Apesar do título não ter vindo, fiquei feliz com a campanha que a equipe fez”, disse o lateral-esquerdo, que se lesionou durante o empate de 2 a 2 contra o Red Bull Brasil pela terceira fase do campeonato. Em seu quarto ano seguido no clube, Lucas coleciona momentos com a camisa alvinegra. Ele relembra o mais marcante. “Foi no sub-17, contra o América, pelo Campeonato Paulista. Perdi um pênalti nos últimos minutos de jogo, mas no lance seguinte fiz um gol de cabeça e vencemos a partida por 1 a 0”, finalizou. Lucas ainda não teve contato com o técnico do time profissional, Fábio Carille, mas seguirá trabalhando em busca de uma oportunidade na equipe principal do Timão. T_lucas3

Notícias relevantes: