Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaiense vai para Campeonato Brasileiro de Rally e vai priorizar competição em 2018

FELIPE TOREZIM - ftorezim@jj.com.br | 03/03/2018 | 03:00

O piloto jundiaiense de rally, Alessandro Tozoni, de 48 anos, vai disputar as duas primeiras etapas do Brasileiro de Rally Cross Country, nos dias 10 e 11 de março, em Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais. O circuito terá cerca de 150 quilômetros de disputa. Terceiro colocado na categoria Super Production (carros de rua preparado para rally) na última temporada – mesmo sem disputar todas as etapas – o piloto quer priorizar a competição neste ano. “É uma pista totalmente desconhecida para quem não é de Minas Gerais. Um dia antes da prova recebemos apenas uma planilha com características do percurso”, explica Alessandro, que tem como dupla a navegadora Gilze Araújo. “A estratégia é ir com cautela no primeiro dia e conhecer a pista, para no segundo dia arriscar um pouco mais e tentar ficar entre os cinco”, completa.

T_ralli1A paixão pela velocidade surgiu de pequeno. Alessandro conta que acompanhava modalidades de corrida nas revistas e TV. Ele lembra também que teve contato com um piloto de rally durante a adolescência. “As histórias dele me fascinavam e despertou a curiosidade de competir”. Foi em 2004 que ele deu início ao sonho de disputar a Mitsubishi Cup. “Tive a oportunidade de participar da prova pelo baixo custo. Entrei no carro achando que sabia dirigir, mas vi que não sabia nada de rally. Porém, a partir do momento que alguém entra nesse meio, fica impossível sair”, garante. O piloto disputa a Mitsubishi Cup todo ano e, em 2017 ganhou o campeonato. Em 2018, no calendário de Alessandro, além do Campeonato Brasileiro, a Mitsubishi Cup e o Rally dos Sertões estão confirmados.

Vida de empresário
Alessandro conta que divide a vida de piloto com a vida de empresário. Define-se como um piloto amador, mas que busca sempre crescer. “Eu comecei sem nenhuma estrutura e fui melhorando e conseguindo investir mais com o passar dos anos”, diz. Mas, para o piloto, dedicar-se apenas ao esporte é impossível. “No Brasil é muito difícil viver do esporte, pois há gastos demais e apoio de menos. Eu continuo porque é uma modalidade viciante, mas o trabalho será sempre prioridade”.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/jundiaiense-vai-para-campeonato-brasileiro-de-rally-e-vai-priorizar-competicao-em-2018/
Desenvolvido por CIJUN