Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Lagoa do Vale Azul vive dois dias de Havaí

| 15/06/2014 | 00:00

Termina neste domingo (15), a partir das 9h, o 1º SUP Day Jundiaí, evento de stand up paddle (remo em pé sobre uma prancha similar à do surfe) iniciado neste sábado na Lagoa do Vale Azul, no Caxambu, em Jundiaí. Uma minicompe-tição de revezamento por equipes de cinco integrantes, tendo uma mulher obrigatoriamente, desafiará os participantes a cumprir o trajeto de 700 metros, entre uma boia e outra, no menor tempo possível. Os cinco integrantes farão o percurso, com os três melhores times disputando a grande final.

Neste sábado, no primeiro dia do evento, com apoio da Secretaria de Esportes e participação de 200 inscritos, o atleta Alex Araújo ministrou aulas gratuitas em grupo, com duração de 30 minutos, das 9h às 16h, atraindo pessoas de várias idades. “Como subir na prancha”, “remar” e “navegar com segurança e equilíbrio” foram os principais pontos abordados no trabalho feito em terra, primeiramente. Depois, já na água, os participantes puderam colocar em prática os conceitos obtidos, entre um tombo e outro na lagoa. Todos tinham à disposição coletes salva-vidas e uma ambulância.

Nas aulas que passarão a ser ministradas por Alex regularmente na Lagoa do Vale Azul, de terça e quinta-feira pela manhã (9h às 11h) e de tarde (14h às 16h), os ensinamentos serão mais abrangentes e incluirão até salvamento aquático e condição do vento.

Neste sábado, a pedagoga Vilma Borin, de 50 anos, participou da oficina e aprovou a iniciativa. “A experiência foi uma delícia, porque a água está limpa e as dicas foram muito importantes. Já pratico remo e velejo no Parque da Cidade. Aqui na lagoa, faço apenas caminhadas. A ocupação do espaço será ótima para que o local fique limpo e não seja mais ocupado pelos vândalos”, afirma Vilma.

O casal Vanderson Siqueira, gerente de projetos de 35 anos, e Valessa Risso, analista de sistemas de 32, participou da remada ecológica inclusa na programação e pretende fazer as aulas durante a semana. “Moramos na Colônia e já compramos uma prancha e um remo. A expectativa é de praticar o esporte até no inverno”, adianta Valessa.

Outros participantes das aulas foram Joventino Cunha, representante comercial de 56 anos; o filho, Raul Bertolini da Cunha, estudante de 15; e o amigo Mauro Roberto Mancini, motorista de 55 anos. “Uso caiaque no Parque da Cidade nos finais de semana, que é mais fácil, porque ficamos sentados”, diz Raul. “Viemos ver como é o esporte para avaliar se vale a pena ou não o investimento”, afirma Mauro.

Sobre o SUP – Originado no estado norte-americano do Havaí, o stand up paddle chegou ao Brasil há mais de uma década e é bastante difundido em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Santa Catarina. Para praticá-lo, basta um remo e uma prancha de tamanho que varia de 10.6 pés (3,5 metros) a 17 pés (5m).


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/lagoa-do-vale-azul-vive-dois-dias-de-havai/
Desenvolvido por CIJUN