Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Meio-campo e ataque do Galo têm caras conhecidas

Thiago Batista | 03/01/2020 | 05:00

O Paulista estreia hoje na 51ª edição da Copa São Paulo de futebol júnior. O Galinho enfrenta o Rio Claro, no estádio Jayme Cintra, às 14 horas, com transmissão ao vivo da Rádio Difusora. Os dois setores com jogadores mais conhecidos pelo torcedor estão no meio-campo e ataque. Caras como Borges, Mingoti e Kaio Bala estão entre os campeões da ‘Bezinha’ pelo time profissional, que conquistou o acesso à Série A3.

A grande novidade é Mingoti. O então zagueiro na campanha do time profissional será meio-campista agora. É o chamado jogador de combate no setor.

“É uma posição mais a frente do que a zaga. O Thiago pediu para gente fazer e o importante é jogar. Gosto de me movimentar bastante e está sendo bom para mim”, comenta o atleta. “Fui colocado para ganhar a primeira bola do jogo e meus companheiros estão bem para já ajudar a puxar os contra-ataques”, completa o agora ‘volante’.

“O Mingoti é um garoto que sabe cadenciar a partida, tem bom passe, lançamento e ótima visão de jogo, tudo com muita movimentação. É um desafio que vem dando certo e a comissão se surpreendeu com desempenho dele, ainda mais no setor mais importante do jogo”, afirma o técnico do Galo, Thiago Fernando.

Companheiro de setor, Borges disputará sua terceira Copinha pelo Paulista e espera um bom entrosamento no setor do meio-campo. O jogador acredita que o time resolva sua situação na primeira fase antes da última rodada, quando enfrenta o Furacão.

“A gente espera muito do Athletico, que é o mais conhecido e a gente já viu vídeos. A nossa meta é chegar no confronto com eles, na última rodada desta fase, já classificado”, conta o atleta natural de Ubatuba.

No ataque, outro conhecido do torcedor é o atacante Kaio Bala. Autor de cinco gols na Copa Ouro, que o Tricolor usou como preparação para Copinha, ele estava no elenco profissional que foi campeão da ‘Bezinha’.

No setor ofensivo, o Galo terá ainda a presença do jovem Miguel. Provavel opção para o banco, ele vai disputar sua primeira Copinha. “Era um sonho disputar o torneio e está se realizando. O Mingoti já me falou sobre a torcida que vem sempre apoiar nos jogos”, diz o atleta natural de Salvador.

Uma arma ofensiva do Paulista deve ser o jogo aéreo. “A gente vai forçar muitas bolas aéreas. Quando a bola for cruzada, vai ter sempre duas opções: o centroavante e o ponta do outro lado entrando por trás”, disse Thiago.

“A gente vai estimular muito o jogo aéreo, com meia e os volantes aparecendo de surpresa”, completou o técnico.

O adversário
O treinador do Rio Claro para disputa da Copinha será Wagner Salino Turques, de 40 anos. Ele está no clube desde 2018, quando começou como auxiliar. Nesta temporada, dirigiu o Rio Claro em duas partidas na Copa Paulista. Wagner, como jogador, atuou em 2005 no próprio Rio Claro. Depois passou por Volta Redonda, Botafogo de Ribeirão, Santa Cruz, São José, Sertãozinho e Velo Clube. Para a competição, o Galo Azul terá 24 jogadores.

Furacão joga pela 2ª vez em Jundiaí

O Athletico Paranaense começa hoje (3) mais uma campanha na Copa São Paulo. Neste ano, a cidade que abrigará o Furacão será Jundiaí, pela segunda vez na história. A estreia na edição de 2020 será contra o Gama do Distrito Federal, a partir das 16h15, no estádio Jayme Cintra, com entrada gratuita par o público.

Em 1997, Jundiaí também recebeu os jovens talentos athleticanos em uma edição da competição.

Ao lado de Jundiaí, outras três cidades também receberam o Furacão mais de uma vez no torneio: Campinas[1986 e 2011], Indaiatuba [2001 e 2017] e Guarulhos [2007 e 2015].

Rafael Guanaes campeão paranaense de profissionais em 2019 pelo Furacão (com equipe de aspirantes) dirige o time na Copinha.

No Gama, o treinador Léo Roquette, avalia a equipe como muito obediente no aspecto tático.

 


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/meio-campo-e-ataque-do-galo-tem-caras-conhecidas/
Desenvolvido por CIJUN