Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Paulista martela, cria muito, mas para em goleiro e estreia com derrota na Copa São Paulo

Felipe Torezim . ftorezim@jj.com.br | 05/01/2018 | 10:50

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A estreia do Galinho contra o São José-RS, pelo grupo 20 da Copa São Paulo de Futebol Júnior, não foi do jeito que o torcedor esperava. A equipe criou mais de 10 chances de gol, parou no goleiro Lorenzo e foi castigado com um gol do atacante Lucca, que desviou cruzamento na área logo no primeiro minuto do segundo tempo. A derrota por 1 a 0 provocou vaia de parte do bom público que compareceu ao Jayme Cintra na tarde de ontem, mas rapidamente as vaias se transformaram em aplausos, reconhecendo a vontade dos jogadores em campo.

Após a partida, o técnico Sérgio Caetano lamentou a falta de gols do Galo. “Faltou competência para marcar. Hoje em dia no futebol, o mais difícil é criar, mas nós estamos criando bastante. Falta matar para não sofrer como hoje”, analisou.

Nas arquibancadas
A Copinha resgatou o sentimento do torcedor do Paulista. Assim como foi na edição passada, muita gente compareceu para acompanhar a estreia do time na competição. Minutos antes do jogo, ainda tinha uma grande aglomeração de torcedores tentando entrar no estádio. Havia apenas uma parte do portão principal aberta, o que causou fila e muita gente conseguiu adentrar em Jayme Cintra já passado boa parte do primeiro tempo.

No fim das contas, cerca de 4.500 pessoas estiveram presentes, segundo a diretoria do Paulista. O clima era de festa e, mesmo com o gol do São José, a torcida não deixou de apoiar a equipe. Após o apito final, parte da torcida que estava nas cadeiras numeradas vaiou o time pela derrota, mas rapidamente aplaudiu os jogadores na saída do gramado.

O público arrancou elogios de Sérgio Caetano. “Em nome de toda a equipe eu parabenizo o torcedor. Apoiaram o tempo todo e foi muito importante para nós. As vaias são normais, pois todos querem vencer e quando o resultado não acontece há uma frustração”, avaliou.

Situação do grupo
No segundo jogo do grupo, o Avaí-SC derrotou o Red Bull Brasil, de Campinas, com um gol aos 47 minutos do segundo tempo. Com isso, Avaí e São José lideram o grupo 20 com três pontos cada. Paulista e Red Bull ficam fora da zona de classificação para a segunda fase.

A derrota para o São José-RS não dá muito tempo para lamentar. Já no próximo domingo (7), o Galo terá novo compromisso contra o Red Bull Brasil, às 14h, no estádio Jayme Cintra. A partida é fundamental para as pretensões do time quanto a classificação, uma vez que o derrotado desse jogo pode ser eliminado matematicamente, dependendo do resultado da partida entre São José-RS x Avaí-SC, que acontece logo na sequência.

“Como perdemos, queremos logo um novo jogo para nos recuperarmos. É a chance de fazer diferente e, sem a ansiedade da estreia, sair com a vitória”, disse. “Vamos trabalhar firme nos próximos dias para corrigir a pontaria. Falo que quem faz gol no dia a dia também faz no jogo”, completou o treinador.
Para o confronto contra os campineiros, Adame já virou dúvida. Ele foi substituído por João Pedro no segundo tempo, após sentir dores no joelho.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/paulista-martela-cria-muito-mas-para-em-goleiro-e-estreia-com-derrota-na-copa-sao-paulo/
Desenvolvido por CIJUN