Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Paulista não deve sofrer com pressão da torcida do Osasco

Thiago Batista | 21/02/2020 | 06:00

O Paulista busca sua segunda vitória consecutiva na Série A3 do Paulistão. O Galo enfrenta o Grêmio Osasco, no estádio José Liberatti, a partir das 19 horas de hoje (21): um jogo onde não haverá muita pressão da torcida do time da casa, que é uma das menos presentes na competição. Em três jogos, os gremistas levaram no seu campo no total 400 torcedores (média de 133).

O time de Osasco tem a segunda pior média de público da competição – apenas o Capivariano leva menos gente no seu campo (96 em média). A baixa presença de público pode ser um fator a mais para impulsionar o Paulista para conquistar os três pontos. No Tricolor, até se espera que a sua torcida cante mais alto em Osasco.

“Nosso torcedor pode fazer a diferença, pois eles nos empurram e nunca deixaram de apoiar a gente, mesmo na fase ruim. Eles cantam o jogo todo”, disse o volante Magno, que está em sua segunda passagem no Galo e foi capitão do time na ‘Bezinha’ de 2018.

O meia Netinho concorda com seu companheiro. “A nossa torcida pode fazer a diferença. No último jogo eles nos apoiaram até o último instante e fizeram a diferença”, conta.

Mudanças no time
O Paulista terá três mudanças para a partida contra o Grêmio Osasco. O ponta-direita Nenê está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão. O meia-armador Lucas Pará com dores no joelho esquerdo está vetado pelo departamento médico e nem viaja. Com desconforto muscular, o atacante Alan John não treinou nos últimos dois dias e não deve viajar para Osasco.

Os substitutos dos três já estão definidos. No ataque entram Daniel na ponta-direita e Cafu atuando mais centralizando. No meio-campo, Netinho será o armador, pela primeira vez como titular.

Uma novidade pode pintar no banco de reservas: o atacante Brener, caso esteja regularizado até o período da tarde no BID da CBF, deverá será uma das opções do técnico Oliveira.

15 anos depois
O Paulista não entrava em campo numa sexta-feira de Carnaval há 15 anos. A última vez foi na temporada 2005 – ano que foi campeão da Copa do Brasil. O Galo recebeu o União São João e venceu por 3 a 0 pela Série A1 do Paulistão. Naquele jogo, os gols do Tricolor foram marcados por Davi – duas vezes – e Márcio Mossoró.

Grêmio Osasco

O Grêmio Osasco terá um desfalque considerável na partida contra o Paulista. Não será dentro de campo, mas sim na área técnica. O treinador Bruno Liu Lourenço terá que cumprir suspensão, pois foi expulso na partida anterior, na derrota da sua equipe para o Desportivo Brasil por 3 a 2. O auxiliar Leonardo David de Moura deverá comandar a equipe na partida.

Segundo o regulamento da Federação Paulista, o profissional suspenso não pode trabalhar em nenhum momento de um jogo. Ele não pode estar presente nos vestiários – nem antes e nem depois do jogo e nem conceder entrevistas para os jornalistas.

GRÊMIO OSASCO
Charles; João Vitor (Kaíque), Caio Souza, Gabriel Tonini e Vinicius Henrique; Nicholas, Léo Vitor, Leonardo e Bruno Felipe; Formiga (Iuri) e João Pedro (Bruno Henrique). Técnico: Leonardo David

PAULISTA
Matheus Lopes; Compri, Dourado, Carrasco e Yan; Magno, Johnson e Netinho; Daniel, Robinho e Cafu. Técnico: Oliveira

Árbitro: Jefferson Dutra Giroto
Assistentes: Diogo Correia dos Santos e Leandro Fernandes Rodrigues
Local e hora: estádio José Liberatti, em Osasco – 19 horas
Transmissão: Rádio Difusora 810 AM


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/paulista-nao-deve-sofrer-com-pressao-da-torcida-do-osasco/
Desenvolvido por CIJUN