Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Paulista perde de virada e é eliminado

COLABORAÇÃO ADILSON FREDDO | 08/01/2019 | 18:44

Um jogo cheio de emoções e viradas no placar terminou com a vitória do Vila Nova de Goiás por 3 a 2 eliminando o Paulista da 50ª Copa São Paulo de Futebol sub-20. Seguem na competição do grupo 18 o Red Bull e Porto Pernambuco que empataram por 1 a 1 na preliminar. O time de Jundiaí teria que vencer por dois gols de diferença, mas não deu. O galinho estava bem encaixado até levar o gol. Pecava, no entanto, pela ansiedade e excesso de preciosismo de alguns jogadores na hora da tabela e finalização.

E a conta veio aos 19 minutos com Erick aproveitando uma bobeada do zagueiro Cícero e indo para a rede marcando 1 a 0 para o desclassificado Vila Nova. O Paulista daí para frente se desarrumou em campo até que apareceu o chamado “morrinho artilheiro” para salvar a pátria. Com um chute de Vitor Emerson, o goleiro foi enganado pelo quique da bola e ela foi parar na rede empatando o jogo em 1 a 1.

O atacante Vitinho chegou a criar mais uma chance de virar, mas chutou para fora. O Vila marcou um gol, que foi anulado, carga faltosa do jogador para cima do zagueiro Cícero. O time de Jundiaí começou o segundo tempo com Luizinel chutando a bola na trave com menos de um minuto. Outra chance parou nas mãos do goleiro Léo num arremate de Vitinho. Quem também deu as caras foi a chuva e com raios logo em seguida, assustando os cerca de seis mil torcedores que foram ao estádio Jayme Cintra.

O técnico Juninho Ortega colocou Felipe no lugar de Vitinho cansado assim como praticamente toda a equipe do Vila Nova. Com o campo molhado até o árbitro Felipe Barros foi protagonista levando um tombaço para delírio da torcida. Os goianos reclamaram possível pênalti não marcado. No primeiro tempo, foi o Paulista quem pediu “bola na marca da cal”, também sem sucesso.

Já sem Cícero, que foi expulso, o árbitro marcou pênalti para o Galo. Felipe foi lá e virou para 2 a 1 aos 37 minutos. A temperatura subiu ainda mais na arquibancada aos os gritos de “eu acredito, eu acredito”. Ataque do Vila, defesa com os pés do goleiro Diogo e bola para linha de fundo. Após a cobrança de escanteio, Erick de novo marcou e o próprio fechou o placar em 3 a 2 para a equipe do centro-oeste do Brasil eliminando o Paulista.

Rui Carlos

Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/paulista-perde-de-virada-e-e-eliminado/
Desenvolvido por CIJUN