Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Português acredita que a recuperação começa neste domingo

| 22/06/2014 | 00:05

O português Orlando da Mota Loureiro, de 61 anos, vive há 57 no Brasil, que considera a segunda pátria. Quando fala em Copa do Mundo, porém, a fé no sucesso da seleção comandada por Luiz Felipe Scolari é maior que na de Cristiano Ronaldo e cia. Portugal volta a campo neste domingo,22, às 19h, na Arena Amazônia, diante dos Estados Unidos. Na primeira rodada do Grupo G, os lusitanos foram goleados pela Alemanha (4 a 0), enquanto os norte-americanos bateram Gana por 2 a 1.

Assim, após o empate por 2 a 2 entre Gana e Alemanha, ontem, os norte-americanos classificam-se às oitavas de final com uma vitória simples e os portugueses serão eliminados matematicamente em caso de derrota. Até um empate é ruim para os lusitanos, devido ao saldo negativo de gols.

Para Orlando, que mora em Jundiaí há três anos, a chave dos portugueses é realmente complicada e a situação ficou ainda pior depois da estreia em Salvador. “O Cristiano é excelente, mas uma andorinha só não faz verão. A esperança é a última que morre”, afirma o português, nascido em Aveiro, a 70 quilômetros do Porto. “Sou um brasileiro adotado, até por ter quatro filhos nascidos aqui”, diz o vendedor.

Se Portugal reagir e classificar-se, Orlando não teme um futuro confronto com o Brasil. “Estarei tranquilo se as duas equipes se cruzarem e ficarei feliz seja qual for o resultado”, diz. Para o vendedor, inclusive, uma Copa sem o Brasil disputando a final é como o Carnaval em outros países. “Não tem graça. A briga pelo título será acirrada, mas a Espanha, que eu achava que estaria entre os melhores da Copa, já foi eliminada”, completa Orlando, um fanático torcedor também do Palmeiras. 


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/portugues-acredita-que-a-recuperacao-comeca-neste-domingo/
Desenvolvido por CIJUN